Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Após 21 anos de permanência efetiva na Associação Ronda Típica de Chalette-sur-Loing (45), para a qual entrou com a idade de seis anos, Grégory David vê-se na contingência de abandonar a Presidência desta associação, que assumia desde 2003. Com 26 anos de idade, de nacionalidade francesa, diplomado em Direito, deve continuar os seus estudos em Bordeaux a fim de preparar o Concurso Nacional da Magistratura, razão desta decisão.

Foi na presença do Presidente Armindo da Silva e membros da Associação Portuguesa do Gâtinais, do Cônsul Honorário de Portugal em Orléans, José de Paiva, do Maire de Chalette-sur-Loing, Franck Demaumont e vários membros do Conselho municipal, de representantes do Deputado e Maire de Montargis, Jean-Pierre Door, que Grégory David se dirigiu a várias dezenas de amigos para uma despedida à volta de um “copo da amizade”.

“Presidente de Ronda Típica desde 2013, e membro desde 1996, deixo esta Associação após tantos anos passados convosco e na vossa companhia. Após todos estes anos de bons e leais serviços no seio da Ronda Típica, vejo-me na obrigação de seguir um outro caminho. Uma coisa que retive aqui é que quanto mais nos empenhamos e nos entregamos a fundo, mais e melhores experiências recolhemos! À excitação de viver novas aventuras, junta-se a tristeza de deixar uma equipa no seio da qual me senti perfeitamente integrado. É a razão pela qual vos proponho de partilhar mais alguns momentos conviviais à volta de um Copo da Amizade” disse Grégory David no seu discurso. “Agradeço do fundo do coração todo o carinho e apoio que sempre me dispensaram ao nível da Associação. Em particular, quero saudar e agradecer vivamente a presença de Franck Demaumont, o nosso Maire, que sempre nos acompanhou e apoiou em todas as circunstâncias, quer nos atos, quer pela sua presença permanente em praticamente todos os momentos de celebração da nossa vida associativa. Os meus agradecimentos sinceros são igualmente para o nosso Cônsul honorário em Orléans, José de Paiva, que sempre respeitou com a sua presença os momentos da Ronda Típica e, muito especialmente, pelo seu apoio inestimável prestado durante a última Feira da Madeleine em Montargis, em que Portugal foi país convidado de honra, cujo empenho muito contribuiu para o seu sucesso”.

Por sua vez, o Presidente da Associação dos Portugueses do Gâtinais louvou “o trabalho desenvolvido por Grégory e a pena de o ver partir” e formulou “votos para que as três associações, a do Gâtinais e as que a integram, Ronda Típica e Sporting Club de Chalette, possam sempre continuar unidas”.

O Maire Franck Demaumont fez o elogio de Grégory David, “um filho de Chalette, que nos deixa, como muitos outros antes dele, por razões profissionais, mas que são a melhor imagem do que uma pequena localidade como Chalette pode produzir e tem de melhor, ou seja, o exemplo de tantos que prosseguiram os seus estudos, mas que, paralelamente, demostraram um forte caráter humanista e atitudes de solidariedade na proximidade para com os outros que, à partida, nada faria supor. O caso de Grégory é flagrante: um dia vi pela primeira vez Grégory no rancho Ronda Típica, era ele muito jovem ainda. Estava com os pais. Eram estes ambos portugueses? O pai, apercebi-me acidentalmente que era francês, portanto, a mãe portuguesa. Mas não: pura e simplesmente, Grégory era e é francês, de pais franceses, sem qualquer ligação familiar, de perto ou de longe, com Portugal. A sua integração, como a sua notável aceitação no grupo, eram tão fortes e evidentes que não me surpreendi nada quando mais tarde foi, apesar de não ter laços familiares com Portugal, eleito Presidente deste maravilhoso grupo que é a Ronda Típica. Através dele e dos Portugueses da Ronda Típica, é a demonstração de um forte exemplo de integração e respeito de dois povos que bem podem servir de retrato no momento que se vive atualmente”.

O Cônsul honorário, José de Paiva, prestou igualmente homenagem ao papel desenvolvido por Grégory David.

Também o Cônsul Geral de Portugal em Paris, António de Albuquerque Moniz, como o Deputado pelo círculo da Europa, Paulo Pisco, lhe fizeram chegar mensagens de agradecimento e felicidades para o futuro, votos que foram transmitidos e lidos durante a cerimónia de despedida.

No final, o Maire, o Presidente da Associação do Gâtinais e o Cônsul Honorário ofereceram prendas simbólicas a marcar o momento da despedida.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 7 Votos
6.4