Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A start-up líder da mobilidade de longa distância na Europa Flixbus lançou este mês 7 novas linhas entre a França, a Espanha e Portugal, um grande passo na sua estratégia para a península ibérica. Esta é a primeira vez que a Flixbus implanta um número tão importante de linhas internacionais, simultaneamente, “sinal da importância deste mercado para o grupo” confirmou ao LusoJornao o novo responsável pela rota portuguesa da Flixbus, Daniel Novo.

A partir desta semana, a Flixbus tem pois três novos destinos em Portugal: Lisboa (Oriente, Sete Rios, Jardim Zoologico), Porto e Setúbal.

Yvan Lefranc-Morin, Diretor Geral da Flixbus França explica que “o verão é o ponto mais alto da temporada turística, e Espanha como Portugal são países que atraem um grande número de visitantes de França e de outros países. Com esses lançamentos múltiplos, Flixbus demonstra a sua capacidade de se adaptar à procura, enquanto propõe uma oferta que se destaca da concorrência”.

O modelo económico da Flixbus está baseado em parcerias com as PME locais independentes: a start-up é responsável pelo planeamento e gerenciamento da linha tanto como pela experiência do cliente; o parceiro recruta os motoristas e opera os autocarros verdes. Segundo uma nota da empresa, os parceiros locais desempenham “um papel essencial no sucesso da linha, e também no sucesso da Flixbus”.

As novas linhas entre a França e a Península Ibérica são operadas por dois parceiros espanhóis – a IberoCoach (com sede em Ourense) e a CarTour (com sede em Madrid) – permitindo a criação de 65 empregos diretos locais.

“A Península Ibérica é um destino natural para Flixbus, tanto pela sua proximidade geográfica com a França como pela forte cultura do autocarro” explica Daniel Novo. Tal como os outros mercados em que a jovem empresa está presente, a oferta de mobilidade da Flixbus aparece como a alternativa ideal ao combóio, considerado mais caro e até ao carro compartilhado, considerado mais desconfortável.

É a atração por este modo de transporte que leva a Flixbus a desenvolver uma rede de agências físicas em Espanha e em Portugal, para poder alcançar o maior número de clientes possível.

André Schwämmlein, Presidente Diretor Geral e co-fundador da Flixbus explica que “estamos a judar a tornar a Europa ainda mais acessível para milhões de viajantes, com mais de 1.200 destinos em 23 países. E continuaremos a fortalecer a nossa rede, seguindo esse círculo virtuoso: a oferta cria a procura, o que acaba estimulando e fortalecendo a oferta”.

Para André Schwämmlein, “dado o sucesso das nossas primeiras linhas em Espanha, era evidente para nós fortalecer a nossa presença e integração de Portugal à nossa rede, apoiando-nos na experiência dos nossos parceiros. Ambos os países oferecem destinos particularmente apreciados pelos nossos clientes, e confiamos no sucesso destas novas linhas”.

A singularidade de Flixbus foi de repensar o uso do autocarro para torná-lo “o meio de transporte ideal”: conectado (wi-fi, tomadas elétricas), confortável (espaço para as pernas, sanitários), seguros (motoristas profissionais, veículos novos), ecológico (normas Euro VI, substitui 30 carros) e económico (30% mais barato do que o carro compartilhado, duas vezes mais barato do que o comboio). André Schwämmlein afirma que “os 70 milhões de passageiros transportados por Flixbus desde o seu lançamento o comprova: o autocarro volta a ser um modo de transporte atual, bem como o comboio ou o carro enquanto sendo mais barato, mais ecológico e mais confortável”.

 

Duas linhas:

– Porto/Paris, via Pontevedra, Santiago de Compostela, Santander, São Sebastião, Bayonne, Bordeaux (Linha diurna, 1 ida e volta diária)

– Lisboa/Paris via Badajoz, Merida, Madrid, Biarritz, Bayonne, Bordeaux, Poitiers Futuroscope (Linha diurna, 1 ida e volta diária)

 

Exemplo de preços:

Porto-Paris (24h30), a partir de 49,00 euros

Porto-Bordeaux (17h35), a partir de 39,00 euros

Lisboa-Paris (24h25), a partir de 59,00 euros

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 12 Votos
5.4