Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O grupo francês Altice anunciou na semana passada a compra da Media Capital, a empresa que detém o canal de televisão TVI em Portugal, mas o negócio está longe de fazer unanimidade em Portugal.

A Media Capital SGPS, SA – proprietária da TVI – pertence ao grupo espanhol Prisa e as duas empresas chegaram a um acordo de compra.

De acordo com uma nota da Altice, a compra da Media Capital faz parte da estratégia global do grupo, que se manifesta disposto a oferecer mais conteúdos aos consumidores, apostando em produções e formatos locais. “A integridade e independência editorial da Media Capital servirá de princípio norteador para os negócios de média da Altice”, refere a nota.

Patrick Drahi, o principal acionista da Altice, esteve em Portugal com Armando Pereira, o emigrante português que é também acionista do grupo francês, e o negócio foi fechado com Rosa Cullell da Media Capital (os três estão na foto).

O Presidente executivo (CEO) da Altice, Michel Combes, afirmou que a compra da Media Capital representa “um forte projeto industrial”.

As vozes discordantes do negócio vieram do próprio Primeiro-Ministro, mas o Presidente do grupo que detém a PT Portugal, comprada há dois anos, escusou-se a comentar as declarações de António Costa. “Não estamos aqui a fazer política, este é um forte projeto industrial para o país”. Também o Bloco de Esquerda e o Partido Comunista Português opõem-se à compra.

Num comunicado enviado à Comissão de Mercados e Valores Mobiliários (CMVM), a MEO, detida pela Altice, explica que o objeto da Oferta Pública de Aquisição (OPA) é constituído pela totalidade das 84.513.180 ações, com o valor nominal de 1,06 euros.

A MEO explica, ainda no comunicado, que a decisão surgiu “na sequência da celebração, no dia 13 de julho de 2017, após o encerramento do mercado em Portugal, de um contrato de compra e venda de ações com a Promotora de Informaciones, S.A. (“PRISA”), para a aquisição de ações representativas de 100% do capital social da Vertix, SGPS, S.A. (“Vertix”), que é titular de ações representativas de 94,69% dos direitos de voto do Grupo Media Capital, SGPS, S.A”.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.5