Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Helena Esteves Batista é vice-Presidente da AMELP, a associação dos emigrantes lesados do BES

 

“Este verão, como em tantos outros nos últimos anos, estou de malas feitas para ir até ao meu querido Portugal. Nunca me canso de o visitar. Mesmo se vivesse duas vidas, seria sempre o meu destino predileto. Este ano não vou de carro como o fiz tantos e longos anos, com o meu marido e os meus filhos. Fazia lembrar a transumância.

Como vou viajar sozinha, vou em direção ao Porto. Lá vou encontrar aqueles que eu mais amo, matar saudades da família e na medida do possível passarmos uns dias juntos e felizes. Sempre com o telefone e o computador por perto, porque ‘a luta’ dos lesados assim o obriga.

No Porto vou visitar e desfrutar desta cidade que tanto adoro. Depois irei até Trás-os-Montes, até à minha pequena cidade de Valpaços, onde construí a pouco e pouco o meu porto de abrigo, e aí vou tentar privilegiar as reuniões de família, o prazer de os receber, assim como os amigos que já não vejo há algum tempo. A calma do sítio em si é também ideal para repor energias.

Não seriam férias sem ir até à minha pequena aldeia que me viu nascer e onde passei a minha infância, em Redondelo, que se situa na Terra Fria, mas onde tenho o privilégio de ter o calor do colo da minha mãe. Esta aldeia situa-se em altitude e tem uma vista panorâmica espetacular. Conseguimos avistar ao longe centenas de vilas e no verão garanto que é mesmo mágico: todas as noites vemos fogos de artifício por todo o lado”.

 

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 13 Votos
8.3