Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Ana Filomena Rocha cessa hoje funções de Cônsul Geral de Portugal em Bordeaux (33) e vai ser substituída por Marcelo Vaultier Mathias, que até aqui desempenhava as funções de Diretor de Serviços do Médio Oriente e do Magrebe da Direção-Geral de Política Externa.

Ana Filomena Rocha chegou a Bordeaux em agosto de 2014, depois de ter estado em missão na África do Sul, Holanda, Paquistão, Venezuela, e nos Estados Unidos, de onde saiu para vir para Bordeaux. Agora é transferida para os serviços internos do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

“Foram 3 anos muito intensos e ao mesmo tempo foram 3 anos muito recompensadores em termos profissionais. Soube a pouco, porque tenho a consciência que ficaram ainda coisas por fazer e gostaria de ter feito mais” confessou ao LusoJornal. “Foi o possível. Mas tenho a certeza que quem vem a seguir, irá dar continuidade e continuará a seguir a Comunidade portuguesa” referindo-se a Marcelo Mathias.

Ana Filomena Rocha considera que a Comunidade portuguesa nesta área consular está “muito, muito espalhada e tenho a impressão que está a concentrar-se na região de Pau. Sobretudo esta nova vaga migratória, houve muita gente que se fixou naquela região. É a sensação que tenho”.

Durante muitos anos, o Consulado de Bordeaux tinha de gerir muitos acidentes implicando Portugueses, sobretudo na mítica Nacional 10. “Nos últimos 3 anos tem sido mais calmo, aliás os grandes acidentes que houveram não foram aqui, foram na área consular de Lyon. Aqui, ultimamente, não tem havido muitos acidentes”.

A transformação da antiga Nacional numa autoestrada contribuiu certamente para esta nova situação.

A Cônsul Geral de Portugal que agora cessa funções, disse ao LusoJornal que visitou praticamente todas as Comunidades portuguesas da região, mas não sabe, ao certo, quantas associações tem na área consular. “Há um movimento associativo muito dinâmico e muito forte, mas também há associações que por vezes nascem graças ao impulso de uma ou duas pessoas e depois morrem. Estão sempre a nascer associações e a morrerem. Se me perguntar quantas associações portuguesas eu tenho na minha área consular, ao certo eu não lhe sei responder, diria uma quarentena, espalhadas por toda a área consular, em Pau, em La Rochelle, em Bayonne, em Fumel, em Angoulême… Visitei muitas destas Comunidades, desde Oloron a La Rochelle”.

Há também duas organizações de cariz empresarial. “Uma em Bordeaux e outra em Pau. Não conheço mais nenhuma. A de Pau é extremamente dinâmica, de maneira, diria mesmo, exemplar. Começou há pouco tempo, mas começou em força” disse Ana Filomena Rocha ao LusoJornal.

A área consular tem também dois Cônsules Honorários. Um há muitos anos, em Dax, e uma há relativamente pouco tempo, em Pau. “Nem em Pau, nem em Dax, havia Consulado de Portugal no passado. Havia em Bayonne. Nós, para colmatar a ausência de um Consulado naquela região, fazemos Permanências consulares todos os meses, em Pau e em Dax. Se não fizessemos essas Permanências consulares, justificava-se a criação de um Consulado Honorário com poderes acrescidos” explica Ana Filomena Rocha.

Para além destas duas cidades, o Consulado Geral de Portugal em Bordeaux faz também Permanências consulares em Fumel e em Angoulême. A esta última têm ido muitos Portugueses de La Rochelle.

O Cônsul Honorário de Dax vai dando informações, recebe pedidos de certidões de nascimento e de Livrets de Famille, e reencaminha para o Consulado e “sobretudo está habilitado a dar um conjunto de informações”. Quanto à Cônsul Honorária de Pau “por exemplo, deu-nos uma ajuda importantíssima no estabelecimento das Permanências consulares naquela cidade” explica Ana Filomena Rocha ao LusoJornal. “A Cônsul Honorária também presta um conjunto de apoios à Comunidade, nomeadamente de índole social, na medida em que ela tem contactos na Mairie e tem tido alguma ação a esse nível”.

Ana Filomena Rocha regressa agora a Lisboa, aos serviços internos do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

 

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 4 Votos
6.3