Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Presidente francês e o Primeiro-Ministro português abordaram esta sexta-feira, em Paris, a possibilidade de “uma ação europeia mais coordenada” no combate aos incêndios florestais que afetam os dois países.

No final de um almoço de trabalho, no Palácio do Eliseu, em Paris, Emmanuel Macron começou por manifestar “toda a emoção e solidariedade da França face aos incêndios que fustigaram Portugal dolorosamente no mês de junho”, lembrando que “os fogos afetam mais uma vez” Portugal e França.

Depois, o Chefe de Estado francês disse ter falado com António Costa sobre uma “ação europeia mais coordenada em termos de intervenção e talvez de equipamento ao nível europeu” para combater os fosos, afirmando que Portugal pode contar com França.

“Evocámos, neste almoço, a possibilidade de relançar uma iniciativa para mutualizar as nossas forças de segurança civil e permitir ter uma ação europeia mais coordenada em termos de intervenção e talvez de equipamento, ao nível europeu. Vamos trabalhar nas próximas semanas juntos – e espero, com outros, neste caminho. Mas podem contar com o compromisso pleno e inteiro da França”, declarou.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 4 Votos
7.3