Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Ações de solidariedade da Academia do Bacalhau de Paris em Portugal

ABP ABP ABP ABP ABP ABP ABP ABP ABP ABP ABP ABP

Aproveitando a presença em Portugal de muitos dos seus “Compadres” e “Comadres”, a Academia do Bacalhau de Paris organizou vários eventos em Portugal, entre os dias 7 e 10 de agosto.

A 7 de agosto, algumas “Comadres” e “Compadres” deslocaram-se a Sintra para entregar aos pais de Margarida Godinho um carro adaptado à deficiência da sua filha. “Fomos entregar um donativo mas saímos de lá com os braços cheios de presentes e uma refeição digna dos melhores restaurantes portugueses” disse o Presidente Fernando Lopes. O empresário José Ventura e a irmã, Maria José, receberam os membros da Academia do Bacalhau de Paris “com tal felicidade que é impossível esquecer este momento de partilha. Um obrigado a José Ventura por nos ter permitido ajudar a sua prima Margarida” diz Fernando Lopes com emoção.

 

Quinta da Pacheca

No dia 8 de agosto, um grupo de 64 elementos da Academia parisiense chegaram à Quinta da Pacheca, na Régua. Após a instalação nos respetivos hotéis, fizeram uma primeira degustação dos produtos da Quinta da Pacheca, cujos proprietários são Maria do Céu Gonçalves e Paulo Pereira da Agribéria, um grupo com sede em Orléans.

De seguida, o grupo rumou ao cais, onde apanhou o barco para subir o rio Douro, usando uma eclusa para subir 27 metros acima do nível em que estavam. Os sorrisos, o bom humor e as queimaduras solares marcaram presença para deixar recordações inesquecíveis deste minicruzeiro.

À noite, um aperitivo “abundante, rico e variado” entreteve o grupo enquanto esperavam a chegada de todos os convidados.

“Descendo à adega da Quinta da Pacheca, pensámos estar num sonho: uma única mesa, enorme, para 70 pessoas, com uma decoração floral e poética, num lugar mágico – tudo contribuiu para o imenso sucesso do jantar” explicou Fernando Lopes ao LusoJornal. Os anfitriões, Maria do Céu Gonçalves e o marido Álvaro, juntaram-se à comitiva para este momento gastronómico considerado por todos “de alto nível”.

O Carrasco da noite, o Compadre Luís Gonçalves, assistido por Armindo Gameiro, angariou mais de 400 euros com as coimas aplicadas.

Um longo discurso do Presidente Fernando Lopes ajudou os presentes a lembrar todas as ações já realizadas desde 01 de janeiro de 2017, mas serviu também para evocar compromissos futuros já agendados.

A noite terminou com uma dança pelo meio de barris, com ritmos portugueses e latinos a ajudar a digerir a maravilhosa refeição.

 

Um dia em Chaves

A 9 de agosto, depois de uma noite curta, o grupo da Academia do Bacalhau de Paris dividiu-se em dois.

O primeiro grupo encontrou-se no Vidago Golf para um dia intenso dedicado àquele desporto, em que apenas um pequeno lanche junto ao buraco 10 permitiu ao grupo fazer uma pausa.

O resto do grupo partiu para Chaves, para visitar o Museu Nadir Afonso, aluno e discípulo de Le Corbusier. Houve ainda tempo para uma rápida visita aos antigos banhos romanos de Chaves, normalmente fechados ao público, mas que abriram especialmente para que as “Comadres” e os “Compadres” vissem “os segundos maiores banhos romanos conhecidos até hoje”.

O grupo passou ainda pelos novos banhos termais e pelo spa de Chaves, onde poderão voltar para passar alguns dias a relaxar.

Com o coração leve mas com o estômago cheio, o grupo dirigiu-se ao Patronato São José Vilar de Nantes, onde a Irmã Augusta esperava com as 15 meninas que ali vivem de momento.

Um rápido passeio pelas instalações e um copo de honra, incluindo um licor de café feito pela própria Irmã Augusta, permitiram ao grupo esperar pela representação de duas meninas do Patronato, que cantaram um Aleluia que emocionou a maioria dos presentes, tal foi a força do momento.

Mais tarde, a comitiva da Academia do Bacalhau de Paris dirigiu-se à Quinta de Sousa, onde esperavam mesas “magnificamente decoradas”.

Os anfitriões, Paula e Mário de Sousa, empresários radicados na região parisiense, “esmeraram-se para nos oferecer uma noite excecional, durante a qual conseguimos angariar 5.000 euros para ajudar o Patronato da Irmã Augusta” explica Fernando Lopes. Quando questionada sobre como iria usar o dinheiro, a resposta foi “não sei, eu não estava à espera de nada, por isso não tinha um projeto. Mas prometo que cada euro será investido da melhor forma possível para ajudar as minhas meninas”.

 

Ajuda em Pombal

A 10 de agosto, o grupo encontrou-se perto de Pombal para oferecer três camas hospitalares ao Centro de Saúde de Santiago da Guarda de Ansião. “Este Centro, recém-inaugurado, tem necessidade de muitas coisas e a Academia do Bacalhau de Paris orgulha-se de dar uma segunda vida às camas médicas que a nossa amiga Suzette Fernandes conseguiu para a ocasião” explicou o Presidente Fernando Lopes. “O transporte foi graciosamente feito por Manuel Pinto Lopes e, entre a França e Pombal, pelo nosso Compadre Mário Martins, sempre disponível para ajudar. Sem a ajuda deles, tudo isto teria sido impossível”.

“Em breve, vamos doar duas camas médicas à ASCA, em Almancil, no Algarve. A Academia do Bacalhau de Paris tinha prometido este donativo e, graças ao nosso Compadre Aires, que irá realizar o transporte entre Pombal e o Algarve, a Academia vai oferecer duas das quatro camas prometidas. Vamos fazer o nosso melhor para enviar as outras duas camas antes do final do ano” explicou Fernando Lopes.

 

Uma nova Academia na Serra da Estrela

A 29 e 30 de julho, elementos da Academia do Bacalhau de Paris acompanharam o nascimento de uma nova Academia do Bacalhau, na Serra da Estrela, que se tornou a 58ª Academia do Bacalhau no mundo.

“Durante estes dois dias, descobrimos muitas coisas bonitas desta região que tantas vezes atravessamos quando chegamos a Portugal de carro mas que, infelizmente, poucas vezes visitamos” diz o Presidente Fernando Lopes. “Fica o conselho de, numa próxima vez, fazer uma pausa e apreciar a comida, a paisagem e os habitantes, que demonstram que a única coisa que é de pedra na paisagem são as montanhas, porque seus corações estão cheios de bom humor e emoções para compartilhar”.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.3