Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

As exportações portuguesas aumentaram 0,8% e as importações subiram 1,5% em 2016 face a 2015, o que resultou num agravamento do défice comercial para 11.221 milhões de euros, divulga hoje o INE. A Frabça continua a ser um dos principais parceiros de Portugal.

Segundo os dados provisórios do Instituto Nacional de Estatística (INE) para o comércio internacional em 2016, as exportações de bens totalizaram 50.022 milhões de euros, o que corresponde a um aumento nominal de 0,8% face ao ano anterior, e o valor das importações de bens aumentou 1,5%, totalizando 61.243 milhões de euros. A balança comercial de bens atingiu um saldo negativo de 11.221 milhões de euros, o que representa um aumento do défice em 510 milhões de euros face ao ano anterior.

No ano passado, os principais clientes e fornecedores externos de bens a Portugal continuaram a ser Espanha, França e Alemanha, que conjuntamente representaram mais de metade das exportações (50,2%) e das importações (54,1%).

Se as transações de bens com Espanha, Alemanha e Itália continuaram a apresentar os principais saldos deficitários, o excedente mais elevado passou a registar-se nas transações com o Reino Unido, seguindo-se França e EUA.

 

 

Fidelidade

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
10.0