Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Foram entregues ontem, sexta-feira, numa cerimónia organizada nos salões da Embaixada de Portugal em Paris, 19 Bolsas de estudo referentes ao ano letivo 2016-2017.

Nesta edição foram premiados 19 jovens estudantes universitários portugueses que desenvolvem os seus estudos em diferentes áreas. O concurso foi organizado pela Embaixada de Portugal em parceria com seis entidades patrocinadoras: Caixa Geral de Depósitos, Fidelidade, INAPA, Nova Delta, Banco BCP e o Banco BPI. Contrariamente aos anos anteriores a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas não atribuiu qualquer bolsa de estudo.

O Embaixador de Portugal em França, Moraes Cabral, que presidiu à cerimónia, disse ao LusoJornal que considera «fundamental» a atribuição destas Bolsas e a cerimónia em si. «É um incentivo importante e é sobretudo um testemunho público do mérito destes jovens que já estão em estado avançado nos seus estudos».

Esta já é a 5a vez que Moraes Cabral preside a esta cerimónia de entrega de Bolsas. «Esta cerimónia, sem falsas modéstias na presença do Embaixador, com cobertura mediáica como está a ter, é um incentivo muito importante para os jovens das 2as e 3as gerações que têm sabido mostrar as suas capacidades».

O prémio é uma Bolsa de estudo unitária entregue a cada aluno no valor de 1.600 euros.

O júri que selecionou os premiados foi constituído por um representante de cada uma das entidades patrocinadoras do concurso, bem como por Adelaide Cristóvão, Coordenadora do Ensino português em França e João Pinharanda, Conselheiro Cultural da Embaixada de Portugal e Diretor do Centro Cultural Camões IP que estiveram igualmente presentes nesta sessão.

A Caixa Geral de Depósitos foi a empresa que mais Bolsas atribuiu (8 sobre 19). «A CGD é uma instituição que está muito inserida na Comunidade portuguesa em França e temos uma forte consciência social. Não podíamos deixar de estar associados a esta iniciativa conjunta da Embaixada com algumas empresas, de reconhecimento daquilo que é o futuro da nossa Comunidade» disse o Diretor Geral da CGD, Rui Soares, ao LusoJornal.

«Eu tenho uma ligação forte à universidade e sei o quanto é importante o reconhecimento do mérito para que estes jovens continuem a desenvolver as suas competências, atribuam valor àquilo que é a ligação a Portugal, aos nossos valores, aos nossos princípios, àquilo que é verdadeiramente o futuro para todos nós» explicou Rui Soares.

O Conselheiro Cultural João Pinharanda afirmou que «este é um momento de encontro entre a Comunidade lusodescedente e a Embaixada. É bom trazer estes jovens para aqui, porque é sempre bom visitar uma casa tão bonita, saberem que têm uma relação com Portugal e saberem que através desta iniciativa podem, de alguma maneira, recordar e reforçar essa relação disse ao LusoJornal».

Segundo o Conselheiro Cultural da Embaixada de Portugal «havia muitos mais candidatos e apenas um terço foi premiado».

E Rui Soares explicou que os critérios têm em conta vários fatores. «Desde logo o aspeto da meritocracia, aqueles que têm uma forte performance na sua vida académica». Depois, referiu «os aspetos ligados à relação entre o esforço financeiro feito pelo agregado familiar, face aos rendimentos desse mesmo agregado familiar». E por último também «as áreas de atuação mais relacionadas com a nossa atividade bancária e sobre a portugalidade em geral».

Mas João Pinharanda sublinhou «que há grande abertura das empresas para darem bolsas que não têm diretamente a ver com os seus interesses imediatos, e essa generosidade tem de ser realçada».

 

Lista dos alunos premiados

 

Bolsas da Caixa Geral de Depósitos

 

Alexia Myléne Matias dos Santos, CFA – Institut de Gestion Sociale, Gestion Administration Management, Master

 

Alice Marie Jurgens Rios, Sciences Po Bordeaux, Filière Internationale France-Portugal, Université de Bordeaux

 

Anaïs Rainha, European Business School Paris, Master, Digital Business & E-Commerce

 

Cristiano Fernandes, BTS Management des Unités Commerciales, Lycée privé Françoise Cabrini

 

Emanuel Jerónimo Miranda Tenente dos Santos, Licence d’Informatique, Université d’Evry Val d’Essonne

 

Jérémy Pedro Coelho, ESC, Master en Comptabilité, Contrôle et Audit

 

Joanna Marie Adélaïde Banrezes, BTS Management des Unités Commerciales, Lycée privé Gregor Mendel

 

Luís Filipe Machado Lourenço, BTS Banque, Conseiller Clientèle, Lycée Racine, Paris.

 

 

Bolsas da Fidelidade

 

Elodie Isabelle Martins de Macedo Pereira, Doctorat en Traductologie, Université Sorbonne Nouvelle

 

Filipe Fernandes Martins, École d’Expertise Comptable et Audit, Préparation au Diplôme supérieur de Comptabilité et de Gestion

 

Laura dos Santos de Oliveira, Préparation aux Écoles d’Ingénieurs, Université Pierre et Marie Curie

 

Lionel Costa, Doctorat en Microbiologie, Université Paris VII / Institut Pasteur

 

 

Bolsas da INAPA

 

Cynthia Monteiro Albuquerque, Classe préparatoire aux Écoles de Commerce, option scientifique, Lycée Michelet, à Vanves

 

Marina Henriques Fernandes, Institut de Formation en Soins infirmiers, La Verrière

 

Micaela Carreira Marques, Licence d’Architecture, École nationale supérieure d’Architecture de Paris-Belleville

 

 

Bolsas da Nova Delta

 

Cinthia da Rocha, Licence de Droit, Université Paris-Est Créteil Val de Marne

 

Wilson Felisberto Serrão Varela, Licence LEA, Sorbonne Nouvelle Paris 3

 

 

Bolsa da Banque BCP

 

Sylvie Marques da Cruz, DUT de Techniques de Commercialisation, IUT de Rambouillet, Université de Versailles St. Quentin-en-Yvelines

 

 

Bolsa da Banque BPI

 

Sylvie Patrício Martins, Institut Dauphine d’Ostéopathie, Licence

 

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 4 Votos
7.5