Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Centenário das Aparições de Fátima na Basílica de Fourvière

LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos

No domingo passado, dia 15 de outubro, a Comunidade portuguesa de Lyon (69) comemorou o encerramento do Centenário das Aparições de Nossa Senhora em Fátima na Basílica de Fourvière. A Eucaristia foi presidida pelo Cardeal Philippe Barbarin e concelebrada pelo Padre Eric Besson, Capelão da Comunidade portuguesa residente na Diocese de Lyon.

No decorrer desta eucaristia também foram crismados 13 jovens adultos da Comunidade portuguesa, que tiveram um percurso de 9 encontros com formação catequética, que decorreram nos locais da Pastoral portuguesa.

«Este grupo de crismantes foi muito interessante e muito recetivo. As diferenças de idades entre eles também fez com que a partilha dos ensinamentos tenha tido feita num bom clima de respeito e de harmonia. Foram muito assíduos, mesmo se os nossos encontros tinham horários difíceis de assumir» disse o padre Eric Besson ao LusoJornal.

Esteve também presente o Cônsul geral de Portugal em Lyon, Luís Brito Câmara, acompanhado da esposa, que saudou os crismados e os membros da Comissão no decorrer de um convívio no final da cerimónia.

Estiveram também nesta eucaristia representadas as Comunidades portuguesas da Diocese onde se faz o culto a Nossa Senhora de Fátima durante o ano, nomeadamente a Associação de Montluel, vinda da Diocese do Ain (01), Belleville, Neuville, Brignais e Croix Rousse. Todos eles apresentaram as suas bandeiras processionais ao Cardeal Philippe Barbarin no início da celebração, e também ao participarem no cortejo inicial.

Philippe Barbarin agradeceu a presença e felicitou pela fé e pela força de vontade de manterem assim vivo o culto a Nossa Senhora de Fátima nas localidades onde residem.

Segundo os responsáveis da Basílica de Fourvière, o número dos peregrinos da Comunidade portuguesa e francesa, e também os membros das Comunidades lusófonas que residem na região seriam perto de duas mil pessoas que viveram no final o Adeus à Virgem Maria.

Em Lyon vivem Brasileiros, Angolanos, Moçambicanos e Caboverdianos que facilmente se juntam à Comunidade portuguesa nestas celebrações Marianas no mês de maio e de outubro na Basílica de Fourvière mostrando assim a sua fé e profissão católica e cristã.

Para o próximo dia 25 de novembro, a Comunidade caboverdiana deixou convite feito a todas as Comunidades presentes, para festejarem com eles a Santa Catarina, a Padroeira do povo Caboverdiano.

O próximo encontro da Comunidade portuguesa para festejar Fátima será no fim de semana dos 12 e 13 de maio de 2018, com o programa habitual.

 

 

Lila de Yemanja Banner

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
10.0