Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Dijon: Comemoração do 20º aniversário da ULFE

LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia

No passado sábado, dia 2 de dezembro, a União Luso Francesa Europeia (ULFE) de Dijon, festejou na sua Casa de Portugal, o 20º aniversário da união das duas associações da cidade: a Casa de Portugal (associação folclórica) e a ASOP (Associação Desportiva dos Operários Portugueses).

Contando com a presença de Luís Brito Câmara, Cônsul Geral de Portugal em Lyon, Mme Karoubi, Vice-Cônsul de Espanha em Dijon, dos Deputados Carlos Gonçalves e Paulo Pisco, de Sladana Zivkovic, responsável das Relações Internacionais e Turismo do Município de Dijon em representação de François Rabsamen e Patrícia Ferreira que representou Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, este dia de aniversário foi dividido em duas partes.

Na parte de tarde, entre as 14h00 e as 18h00, foi de portas abertas, onde os visitantes puderam admirar uma exposição de fotografia a preto e branco da autoria da jovem Charlotte Santana, estudante em fase terminal na grande Escola de Fotografia de Lyon.

Intitulada “Pescador Xavega”, esta exposição mostra através de um pescador de uma aldeia piscatória nas proximidades de Lisboa, o quanto a rudez da vida de marujo deixa traços no rosto de um homem.

Teve também lugar uma demonstração das diversas atividades como a escola de zumba, do recém-criado grupo de folclore infantil da associação, assim como das crianças e adultos das aulas de português que sobe a batuta de Maria de Fátima, professora de português, interpretaram vários temas da música popular portuguesa e de Natal.

A noite, a partir das 20h00, a ULFE fez questão de agraciar todos aqueles que ao longo destes 20 anos, serviram benevolamente na vida ativa da associação, na parte administrativa, no serviço de acolhimento e restauração, assim como aqueles que ocasionalmente participaram nas obras de construção do edifício Casa de Portugal, e os que participaram financeiramente.

Depois de uma pequena alocução do Presidente António da Costa, dando as boas-vindas aos convidados, as personalidades presentes usufruíram igualmente da palavra que de uma maneira geral elogiaram todo o trabalho realizado. Seguiu-se uma pequena cerimónia de homenagem cheia de emoção a Joaquim Santos, ex-Presidente da ASOP falecido no passado mês de junho, na sua terra natal no Algarve, em que à sua viúva D. Lurdes, foi entregue uma Medalha de reconhecimento pelos serviços prestados por Joaquim Santos.

Um jantar de confraternização com fundo sonoro animado pelo grupo de fados da associação, seguido de bailarico animado com dois grupos de concertinas de originários de Baião, terra do Presidente António da Costa, um vindo de Portugal (Concertinas Lameirão), outro vindo de Chaumont, encerraram as cerimónias desde 20º aniversário.

Toda a Direção está de parabéns

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 8 Votos
5.9