Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Alegria Portuguesa de Gironde organizou uma Desfolhada em Cenon

No fim do mês de outubro, a associação Alegria Portuguesa de Gironde, com sede em Cenon (33), organizou mais uma desfolhada como se fazia antigamente nas aldeias de Portugal.

Logo pela manhã de sábado, José Rodrigues, o Presidente da associação, reuniu um grupo de membros da coletividade, sobretudo jovens, e foram para o campo cortar o milho. Foi um grande momento pois todos estavam vestidos a rigor, com os trajes de antigamente. «Era assim que se trabalhava no campo».

Não faltou a boa disposição, os cânticos e as concertinas.

Depois, como não podia faltar, chegaram as senhoras com o almoço que foi partilhado com a toalha de linho e o cesto, no meio do campo.

Não havendo carros de bois, o milho cortado foi transportado em camionetas para a sede da associação onde foram construídos vários «mideiros».

No final de um jantar organizado pela associação nessa mesma noite, com «casa cheia», os presentes puderam matar saudades de desfolhar o milho. Foi uma grande noite com cantares à desgarrada ao toque da concertina. Não faltou o milho rei, nem os encontros com a rainha, como manda a tradição.

No final foi oferecido o café com leite e as bolachas Maria, «pois era assim que se faziam as desfolhadas antigamente em Portugal». O baile continuou com a animação a cargo de Dj Firo.

No domingo, a festa continuou. Foi organizado um Mini-Festival de folclore de outono, com três ranchos: o rancho da casa, Alegria Portuguesa de Gironde, o Rancho Amigos de Portugal e o Rancho Estrelas do Vale de Lima.

Foi uma grande tarde de folclore com casa cheia, com muita alegria, onde o público, sobretudo da Comunidade portuguesa, pode partilhar, depois da desfolhada e do jantar do sábado à noite, uma tarde de folclore.

A entrega das fitas aos grupos participantes foi feita por Fernanda Alves, Maire Adjointe de Cenon, que no seu discurso valorizou «o trabalho e a dedicação desta associação, por manter as tradiçoes e transmiti-las sobretudo aos mais jovens». Também referiu que era «um prazer» ver tantas crianças e jovens que nasceram em França e dançam folclore. «Muitos parabéns a esta associação, na pessoa do Sr José Rodrigues e aos seus membros que são incasáveis a organizar eventos, sejam culturais ou solidários» disse Fernanda Alves.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 6 Votos
6.5