Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Futebol Clube do Porto derrotou por 5-2 o Monaco no Estádio do Dragão naquele que era o derradeiro jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões Europeus. Com este resultado, o FC Porto apurou-se para os oitavos-de-final da Liga Milionária.

O Estádio do Dragão na cidade Invicta recebeu na quarta-feira à noite o último jogo do Porto esta fase de grupos da Liga dos Campeões europeus de futebol 2017/2018. Um estádio a vibrar com a sua equipa, um público que apoiou os seus atletas durante os 90 minutos.

Neste encontro os portistas precisavam de vencer ou de realizar o mesmo resultado que os germânicos do RB Leipzig para seguir em frente na prova. Tudo estava nas mãos dos jogadores do Porto frente aos pupilos do Treinador português Leonardo Jardim. De notar que no onze inicial dos monegascos, apenas um jogador português, Rony Lopes, e um brasileiro, Jemerson.

O FC Porto não tardou em abrir o marcador. Aos 9 minutos, o avançado camaronês Vincent Aboubakar lançado pelo médio argelino Yacine Brahimi, enganou o guarda-redes suíço, Diego Benaglio, que também jà passou pelo futebol português.

Os portistas dominavam e conseguiam chegar ao 2-0 ainda antes do intervalo. Foi novamente o avançado Vincent Aboubakar que apontou o segundo tento da equipa da cidade Invicta. O terceiro não tardou, mesmo em cima do minuto 45, pelo médio argelino Yacine Brahimi.

O resultado fixou-se em 3-0 para os portistas. De referir ainda que antes do intervalo, o médio argelino Rachid Ghezzal do Monaco e o defesa brasileiro Felipe do Porto foram expulsos.

A segunda parte era muito semelhante à primeira com os portistas a dominarem e os monegascos a tentarem jogar em contra-ataque.

Num dos contra-ataques aos 60 minutos, o Monaco arrecadou uma grande penalidade por uma mão na bola do defesa espanhol Iván Marcano. Na marcação da grande penalidade, o defesa polaco Kamil Glik marcou o primeiro tento dos monegascos.

A equipa azul e branca não queria deixar escapar a vitória expressiva. Aos 65 minutos, num remate potente do defesa brasileiro Alex Telles, o Porto aumentou a vantagem para 4-1.

No decorrer da segunda parte, e com uma grande ovação do público, os antigos jogadores do Porto, agora no Monaco, o português João Moutinho e o colombiano Radamel Falcao entraram para dar outra dimensão ao jogo dos monegascos. Uma boa aposta de Leonardo Jardim visto que aos 78 minutos, Radamel Falcao reduziu o marcador para 4-2.

O Porto não se deixava impressionar e queria novamente ganhar com três golos de vantagem. Em cima do minuto 90, o avançado brasileiro Tiquinho apontou o quinto e último tento da equipa azul e branca.

No fim dos 90 minutos, e perante 42.509 espectadores, os três pontos e a vitória iam para o FC Porto com um triunfo algo fácil frente aos monegascos por 5-2. De notar que no primeiro encontro entre as duas equipas, os portistas tinham vencido por 0-3 no Estádio Louis II.

Recorde-se que no outro encontro do Grupo G, os germânicos do RB Leipzig perderam por 1-2 frente aos turcos do Besiktas. Na tabela classificativa, o Besiktas terminou no primeiro lugar com 14 pontos, à frente do FC Porto com 10, do RB Leipzig com sete e do Monaco com apenas dois pontos. Besiktas e FC Porto apuram-se para os oitavos-de-final.

Portugal, que contava com três representantes na Liga dos Campeões europeus, SL Benfica, Sporting CP e FC Porto, está agora com apenas um clube nos oitavos-de-final, o Futebol Clube do Porto. O Sporting CP apurou-se no entanto para os 16avos de final da Liga Europa. Enquanto o Benfica realizou a pior fase de grupos para um clube português, não tendo pontuado em seis jogos.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 4 Votos
9.9