Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Tours, comandado pelo Técnico português Jorge Costa, apurou-se para os 16-avos-de-final da Taça de França de futebol ao derrotar por 1-2 a equipa do Chartres.

No estádio Jacques Couvret, em Chartres, a diferença de escalões entre as duas equipas foi pouco visível entre o clube da casa, que joga no quarto escalão francês, e o Tours, que disputa o Campeonato da segunda divisão francesa.

Na primeira parte, e quando o Chartres começava a dominar os primeiros minutos, o Tours conseguiu abrir o marcador num contra-ataque levado a cabo pelo avançado franco-americano, Maki Tall, aos 9 minutos. Um duro golpe para a equipa dos escalões inferiores, mas o clube da casa não desesperou.

Aos 27 minutos, e após várias tentativas, o Chartres apontou o golo do empate pelo defesa e capitão francês Julien Delonglée. Um resultado que até se justificava pelo desempenho da equipa caseira.

No entanto o avançado franco-americano, Maki Tall, estava com uma veia goleadora neste sábado 6 de janeiro e apontou o seu segundo golo aos 41 minutos. O Tours passava novamente para a frente do marcador.

A segunda parte começou da pior maneira para o Chartres. Aos 49 minutos, quando Maki Tall estava a isolar-se para defrontar o guarda-redes da equipa adversária, foi derrubado pelo defesa Thibaut Barthomeuf, que foi expulso. A dez contra onze, a tarefa era deveras complicada para o Chartres.

Tudo ficou igual quando aos 55 minutos, por acumulações de amarelos, o defesa marroquino do Tours, Aniss El Hriti, foi expulso. A dez contra dez, o público do estádio Jacques Couvret começava a acreditar que a reviravolta era ainda possível.

O Chartres, apesar dos esforços, não conseguiu empatar e levar o encontro para o prolongamento. Uma excelente exibição da equipa da casa que fica arredada da prova nos 32-avos-de-final.

Uma vitória que permite ao Tours e a Jorge Costa seguir em frente na Taça de França, num momento difícil para a equipa do antigo internacional português, visto que o seu clube ocupa o 20° e último lugar na tabela classificativa da Ligue 2, podendo descer ao terceiro escalão se continuar nos dois últimos lugares.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
8.7