Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

PSD: Pedro Santana Lopes vence em França

PSD ParisPSD StrasbourgPSD Strasbourg

Os militantes do PSD participaram este sábado na escolha do próximo Presidente social-democrata, nas eleições diretas, e Pedro Santana Lopes foi o vencedor incontestável destas eleições em França.

Pedro Santana Lopes venceu nas três Secções que o PSD tem em França: em Paris, Strasbourg e Lyon.

Em Strasbourg, dos 40 militantes com as cotas em dia, apenas votaram 15 e todos escolheram Pedro Santana Lopes. «Este foi o candidato pelo qual fui delegada e por isso considero que foi um bom resultado» explicou ao LusoJornal Isabel Sousa Cardoso, a Presidente da Comissão Política da Secção do PSD Strasbourg. «Nunca apoiei Rui Rio, porque não estou de acordo com as intenções que ele tem para o Partido».

Em Lyon, as eleições internas também ficaram marcadas pelo reduzido universo eleitoral, já que apenas havia 23 eleitores. «Muitos dos nossos militantes não têm as cotas em dias, dececionados com as políticas de Pedro Passos Coelho» explicou ao LusoJornal Alexandra Custódio, Presidente da Comissão Política da Secção do PSD Lyon.

Dos 23 eleitores da Secção de Lyon, votaram 19, 17 dos quais para Pedro Santana Lopes e 2 para Rui Rio. «Eu fiz campanha pelo Santana Lopes e por isso considero que este resultado foi bom, apesar do número muito reduzido de eleitores».

Em Paris, o Deputado Carlos Gonçalves também evocou o reduzido número de militantes com as cotas em dia. Dos cerca de 500 candidatos que a Secção tem, apenas 197 tem as cotas em dia e podia participar na eleição.

A Secção abrange toda a França, com a exceção das áreas de Lyon e de Strasbourg onde estão duas Secções do Partido. Como só havia uma única mesa de voto em Paris, alguns dos eleitores com as cotas em dia não se deslocaram à capital para votar.

«Tendo em conta esta situação, mobilizar mais de 50% dos eleitores foi importante. Isso mostra um interesse muito grande dos militantes da nossa Secção na vida interna do Partido» explicou Carlos Gonçalves ao LusoJornal. Aliás, esta participação está ao nível de outras eleições internas ao Partido.

Como era de esperar, Pedro Santana Lopes venceu largamente também na Secção de Paris. Obteve 78 votos, enquanto Rui Rio obteve 25.

Carlos Gonçalves apoiou o candidato que, quando foi Primeiro Ministro de Portugal, o nomeou Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas. «Foi o único Primeiro Ministro que nomeou um emigrante para a Secretaria de Estado das Comunidades, mas a ele também se deve a última abertura de um Consulado de Portugal, o de Manchester, e o teste do voto eletrónico» explica Carlos Gonçalves ao LusoJornal.

Numa altura em que ainda não se conhecem os resultados finais da eleição, Carlos Gonçalves foi cauteloso nas declarações ao LusoJornal e acrescentou que também Rui Rui está «muito sensível» às questões relacionadas com as Comunidades portuguesas. «Como eu faço política na área das Comunidades portuguesas, considero que tanto com um como com o outro dos candidatos, as Comunidades estarão bem servidas».

Ainda esta noite serão anunciados os resultados da eleição interna do PSD. Num universo global de 101 mil militantes, apenas 70.385 tinham as cotas em dia e puderam votar. Pelo círculo Fora da Europa estão em condições de votar 1.354 militantes e pela Europa (459).

Nesta eleição também foram eleitos os Delegados ao Congresso onde as Comunidades Portuguesas tem 18 Delegados.

 

PSD Paris

197 militantes com as cotas em dia

103 votantes

78 votos em Pedro Santana Lopes

25 votos em Rui Rio

 

PSD Strasbourg

40 militantes com as cotas em dia

15 votantes

15 votos em Pedro Santana Lopes

00 votos em Rui Rio

 

PSD Lyon

23 militantes com as cotas em dia

19 votantes

17 votos em Pedro Santana Lopes

02 votos em Rui Rio

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 11 Votos
6.3