Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O valor das remessas recebidas em Portugal dos Emigrantes residentes em França foram as que, em termos absolutos, mais cresceram (8,7%) entre 2015 e 2016. No total das remessas, os Emigrantes em França enviaram 34% do total das remessas.

O valor total das remessas ficou em cerca de 3,3 mil milhões de euros, sendo que entre 2015 e 2016, o valor das remessas recebidas praticamente estagnou, de acordo com o Relatório da Emigração.

«Em 2016, o valor das remessas de emigrantes recebidas em Portugal foi ligeiramente superior a 3,3 mil milhões de euros (3.343.200.000 de euros). Entre 2015 (3.303.650.000) e 2016 o valor das remessas recebidas praticamente estagnou», refere o Relatório da Emigração, referente a 2016, elaborado pelo Observatório da Emigração. Houve apenas um aumento de 0,8% no valor global das divisas recebidas por Portugal face a 2015.

De acordo com o relatório, que é publicado anualmente, devido ao crescimento económico em Portugal verificado no mesmo período (2015-2016), «o valor das remessas em percentagem do Produto Interno Bruto (PIB) teve uma ligeira redução, passando de 1,8 para 1,7%».

«Os dois países onde residem mais Portugueses, França (1,122.570 mil milhões) e Suíça (697,28 milhões), foram também os países de origem de mais de metade das remessas (54%) recebidas em Portugal em 2016 (34% e 21% respetivamente)”, indicou o documento.

Face ao total, 62,5% das remessas têm origem em países da União Europeia e 6,5% nos PALOP.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.8