Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Este ano, o frio não levou a melhor sobre as ‘Comadres’ e os ‘Compadres’ que, mesmo assim, conseguiram chegar ao restaurante “A Ponte”, de Manuel Moreira, para o jantar de janeiro da Academia do Bacalhau de Paris. Por outro lado, infelizmente a epidemia de gripe na região de Paris impediu que alguns viessem. Ainda assim, o evento reuniu quase 70 pessoas que puderam apreciar um magnífico Cozido à Portuguesa.

O bom humor e um aperitivo copioso à chegada deram o mote para esta noite: risos, conversas e abraços lembravam que estamos a celebrar o começo de um bom ano.

A presença oficial da “afilhada” Academia do Bacalhau de Rouen possibilitou discutir os próximos eventos em Rouen, Paris e Bordeaux – para sua oficialização – mas também o Congresso do 50º aniversário das Academias, que se realizará em Joanesburgo, em outubro de 2018.

O Presidente da Academia do Bacalhau de Paris, Fernando Lopes, lembrou que o ano de 2017 foi “muito intenso” e que “é necessário continuar com vontade, bom humor e respeito, como é tradição em todas as Academias do mundo”. O discurso foi curto e deu lugar a uma apresentação do Secretário do ABP, Ricardo José, que explicou a história das Janeiras e deu conta das próximas reuniões da Academia do Bacalhau de Paris: a Assembleia Geral a realizar na quinta-feira, dia 15 de fevereiro, na Embaixada de Portugal em Paris, e o jantar englobado na Semana da Gastronomia, na quinta-feira, dia 22 de março de 2018. Ricardo José lembrou ainda que o novo site da Academia do Bacalhau de Paris já está disponível.

Os ‘Compadres’ receberam o coro da associação ARCOP de Nanterre, que apresentou diversas canções típicas portuguesas para iluminar a noite. Os presentes fizeram uma ovação de pé para agradecer “todo o trabalho feito ao longo de quase trinta anos” por esta “grande associação portuguesa”.

Depois de uma refeição rica em todos os sentidos da palavra, todos foram para casa com a memória de uma noite maravilhosa, “que nos lembrou a importância de nos reunirmos para partilharmos bons momentos”.

 

www.bacalhau.fr

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
5.0