Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Julia Pereira de Sousa Mabileau foi a grande surpresa nos Jogos Olímpicos de Inverno que decorrem em PyeongChang na Coreia do Sul. A atleta franco-portuguesa de apenas 16 anos e 149 dias conseguiu arrecadar, na sua estreia nas Olímpiadas, a medalha de prata na prova de boardercross, uma prova que se pratica num snowboard.

Julia Pereira de Sousa Mabileau torna-se na mais jovem atleta a conquistar uma medalha com a Selecção Francesa. Este pódio é sobretudo uma surpresa visto que Julia era apenas a quarta gaulesa nesta prova, tendo de passar por duas fases de qualificação, antes de ultrapassar os quartos-de-final e as meias-finais, em que nunca venceu.

Sem o estatuto de favorita, a jovem lusodescendente, que até entrou mal na corrida composta por seis atletas, conseguiu chegar ao segundo lugar. E nem assim tudo ficou resolvido porque no último salto antes da chegada, a francesa Chloé Trespeuch caiu e quase fazia cair a jovem atleta franco-portuguesa.

Julia Pereira de Sousa acabou no segundo lugar, arrecadando a medlaha de prata, atrás da italiana Michela Moioli, medalha de ouro, e à frente da checa Eva Samkova, medalha de bronze.

A atleta de 16 anos estava feliz no fim da prova: «É incrível. Não estava à espera desta medalha de prata. Queria chegar à final. No snowboard tudo é possível. Não tinha medo porque não tinha nada a perder. Sou jovem mas dei tudo. Chorei quando terminou a corrida. É fantástico. Estou feliz. Era um sonho arrecadar uma medalha e consegui. Ainda não tenho o 12° ano e já tenho uma medalha. Estou muito feliz com esta medalha de prata», afirmou Julia Pereira de Sousa.

A jovem lusodescendente até começou por praticar o esqui alpino. «Comecei a praticar o esqui alpino com dois anos. Um dia, um treino correu muito mal. O meu treinador, em vez de dizer ‘tudo vai correr bem’, não me deixou nenhuma oportunidade. Chorei nos braços da minha mãe e disse: ‘Mãe quero praticar snowboard’. Três meses depois participava nos campeonatos de França», admitiu Julia Pereira.

De notar que a atleta luso-francesa apenas começou a competir no circuito mundial desde fevereiro de 2017, numa prova em que terminou no 23° lugar, uma corrida vencida na altura pela italiana Michela Moioli. Os primeiros pódios de Julia Pereira foram dois terceiros lugares em dezembro em Cervinia na Italia e no início de fevereiro em Feldberg na Alemanha.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 14 Votos
8.8