Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A cidade de Lyon recebeu a final da Liga Europa que opunha o Marseille e o Atlético Madrid. O vencedor após os 90 minutos de jogo foi o Atlético por 0-3.

O encontro até começou bem para os Marselheses, que contavam com o internacional português Rolando no banco de suplentes. Aos 3 minutos de jogo, o avançado francês do Marseille, Valère Germain, ficou isolado na área dos Madrilenos mas rematou por cima da baliza. A equipa francesa mostrava que queria rapidamente abrir o marcador.

Do lado dos Madrilenos a reação não tardou. Após 21 minutos de jogo, o lusodescendente do Atlético Madrid, Antoine Griezmann, apontou o primeiro tento da partida, num erro da defesa Marselhesa que perdeu a bola à entrada da sua área. De notar que o segundo lusodescendente do Atlético, Kevin Gameiro, estava no banco de suplentes.

A situação do Marseille ia complicar-se ainda mais com a lesão do criativo da equipa, o francês Dimitri Payet. O internacional francês foi substituído pelo médio gaulês Maxime Lopez aos 32 minutos de jogo. No intervalo o resultado era de 0-1 para o Atlético Madrid.

A segunda parte começou da pior maneira para o Marseille com um segundo tento apontado novamente pelo avançado francês Antoine Griezmann aos 49 minutos de jogo. 0-2 para os Madrilenos.

O Marseille ainda tentou reagir e reduzir o marcador, mas a melhor ocasião criada pelos Marselheses, com um cabeceamento do avançado grego Kostas Mitroglou, foi bater no poste da baliza do guarda-redes esloveno Jan Oblak, atleta que já representou o Benfica, em Portugal, bem como Kostas Mitroglou.

Quase em cima do minuto 90, o Atlético Madrid ainda conseguiu acrescentar mais um golo pelo médio espanhol e Capitão da equipa, Gabi.

O Marselha deu tudo para tentar chegar ao golo mas não conseguiu, nem sequer, reduzir o marcador.

O resultado final fixou-se em 0-3 para os Espanhóis que levam assim para Espanha o troféu da Liga Europa 2018.

De notar que Antoine Griezmann apontou oito golos nas competições europeias nesta temporada, seis dos quais na Liga Europa, batendo assim o seu recorde de tentos numa época nas provas europeias de clubes.

Quarto troféu europeu para o Atlético Madrid, que já venceu dois troféus da Liga Europa e uma Taça das Taças.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
9.8