Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Isabel Barradas foi ao Congresso do PS dizer que os emigrantes «querem e merecem ser considerados»

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 6 Votos
3.3

Isabel Barradas, a nova Secretária-Coordenadora da Secção de Bordeaux do Partido Socialista, foi ao Congresso da Batalha lembrar aos Congressistas que «somos quase cinco milhões de Portugueses por esse mundo fora» e por isso discursou com convicção para dizer que «contamos, existimos, queremos e merecemos ser considerados. Esta a mensagem que aqui vos transmito da parte dos muitos residentes portugueses no estrangeiro».

No XXII Congresso do Partido Socialista participaram Delegados de França, Suíça, Bruxelas, Alemanha, Reino Unido, Luxemburgo, Canadá, Macau, Brasil e Venezuela.

«Dentro de alguns dias comemora-se o dia 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas espalhadas pelo mundo. Lembremo-nos, considerando e valorizando, as inúmeras Comunidades portuguesas espalhadas por todos os cantos do mundo, que vão falando a sua língua, difundindo a sua cultura, lembrando a sua história, e, hoje, como ontem, ajudam a construir pontes entre todas as nações» disse Isabel Barradas no seu discurso. «O Partido Socialista é um Partido forte da voz participada dos cidadãos, de todos os cidadãos, que vai mobilizar a Comunidade através da implementação de um sistema de votação eletrónico, mostrando desse modo, assim e mais uma vez, que é um Partido em movimento, em fase com o seu tempo, um Partido moderno e dinâmico, que não tem medo, que ousa, que faz, que realiza, que cumpre e inova»!

Isabel Barradas foi eleita Secretária-Coordenadora e Delegada ao XXII Congresso no PS, aquando das eleições em Assembleia Geral da Secção, que teve lugar no dia 11 de maio.

Foi eleita por unanimidade, sucedendo a Álvaro Pimenta, um dos fundadores da Secção, ex-Conselheiro das Comunidades, autarca municipal, fundador e Presidente de várias associações, «homem de convicção que muito trabalhou e continua a trabalhar em prol da Comunidade» lembrou Isabel Barradas em declarações ao LusoJornal.