Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Jornal de Leiria apresentou mais uma edição da Revista Comunidades no Consulado de Paris

LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha

O Jornal de Leiria veio pelo segundo ano consecutivo, organizar uma tertúlia no Consulado Geral de Portugal em Paris, para apresentar a revista «Comunidades Portuguesas – Paris», uma revista que foi editada na quinta-feira passada em Leiria.

A tertúlia tinha por tema «Portugal, um país sem fronteiras – Cooperação, amizade, negócios» e nela participou o Cônsul Geral de Portugal em Paris António de Albuquerque Moniz, o Diretor da AICEP Paris Rui Paulo Almas e o Presidente da Câmara de comércio e indústria franco-portuguesa Carlos Vinhas Pereira. O debate foi moderado pelo Diretor do Jornal de Leiria João Nazário.

O Diretor do Jornal de Leiria explicou que «a ideia de fazer uma revista sobre a Comunidade portuguesa de Paris surge porque a região de Leiria é uma zona de forte emigração, principalmente para esta região e nós temos uma rubrica no nosso jornal que se chama precisamente Comunidades Portuguesas. Semanalmente, nessa rubrica, vamos dando conta das atividades dos Portugueses que estão no estrangeiro, nas áreas dos negócios, cultural, política, investigação,… felizmente notícias não nos têm faltado, porque a atividade dos Portugueses por esse mundo fora é imensa e bastante variada».

João Nazário explicou também que a publicação foi «sugerida por alguns dos emigrantes que estão mais presentes em Leiria», para que o jornal realizasse «uma revista que desse conta em Portugal, nomeadamente na região de Leiria, da atividade dos Portugueses desta região de França. No sentimento deles, e eu posso concordar com essa análise, esta atividade dos Portugueses aqui não é suficientemente partilhada pelos Portugueses em Portugal. Em Portugal conhecem três ou quatro empresários, três ou quatro futebolistas, três ou quatro pessoas mais mediáticas, mas na verdade, em Portugal, apesar dos bons passos que se têm dado nos últimos anos, apesar das iniciativas do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa, na verdade não é suficientemente conhecida a atividade louvável que os Portugueses que estão fora de Portugal têm vindo a desenvolver. E no fundo foi por isso que esta revista surgiu no ano passado e viemos repetir este ano».

A tertúlia não teve muita participação, mas João Nazário explicou que «em Portugal as pessoas não sabiam que aqui há artistas, que aqui há pastéis de nata,… Lá tem muito impacto. Aqui tem menos, claro».

Para a realização da revista, o Jornal de Leiria enviou 4 jornalistas, durante 4 dias para a região de Paris e agora a publicação é distribuída em 15.000 exemplares, na região de Leiria, e em França, em alguns supermercados, na Pastelaria Canelas, no Consulado Geral de Portugal em Paris e nas agências do Banque BCP.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 4 Votos
6.1
X