Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A Seleção portuguesa defrontou e venceu a Itália por 1-0, no Estádio da Luz em Lisboa, num a jogo a contar para a Liga das Nações, a prova recentemente criada pela UEFA. Neste encontro Portugal, que já não contava com Anthony Lopes nem Adrien Silva, não teve a participação de Raphaël Guerreiro. Uma Seleção sem um único jogador lusodescendente.

A representação dita «francesa» ficou ainda mais reduzida. Sem os três lusodescendentes, Rony Lopes, que joga no Monaco, também acabou por ficar fora do encontro por estar lesionado. A magra representação «francesa» resumiu-se ao defesa central do Montpellier, Pedro Mendes, que ficou no banco de suplentes.

O primeiro jogo oficial pós-mundial e sem Cristiano Ronaldo até acabou por sorrir a Portugal frente a uma Seleção italiana que está numa fase de renovação, não tendo participado no último Mundial.

O único golo do encontro foi apontado aos 48 minutos pelo avançado André Silva, que atua no Sevilha em Espanha por empréstimo dos italianos do AC Milan.

De notar que a Seleção portuguesa conta ainda com três jogadores que atuaram em França: Bernardo Silva, que jogou pelo Monaco, foi titular; Sérgio Oliveira, que representou o Nantes, entrou no decorrer da segunda parte; e Gonçalo Guedes, que passou pelo Paris Saint Germain, ficou no banco de suplentes.

Com este resultado a Seleção das Quinas passa para a liderança do Grupo 3 da Liga A da Liga das Nações, com três pontos e com um jogo disputado, enquanto a Polónia e a Italia têm um ponto, mas os polacos apenas disputaram um encontro enquanto os italianos já têm dois jogos.

De recordar que o primeiro do Grupo segue para uma fase final para definir o vencedor da prova, o segundo classificado fica na Liga A, enquanto o terceiro na classificação acaba por descer à Liga B desta prova da UEFA.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 4 Votos
9.7