Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Empresário Jean Pina quer um Natal com um “brilho muito especial” para a Guarda

Com o lema “Neste Natal vamos multiplicar sorrisos no Interior de Portugal – um Natal igual para todos os que necessitam” o empresário português radicado na região de Paris, Jean Pina, quer que a época Natalícia seja vivida com “o verdadeiro e genuíno espírito de Natal” e está a coordenar uma vasta operação de solidariedade para ajudar as famílias mais carenciadas do concelho que o viu nascer.

Jean Pina quer “partilhar com os que mais necessitam, um sorriso, um aconchego e uma mesa de Consoada, onde os produtos como o bacalhau, o azeite, o bolo-rei, o queijo, não faltem, nesta que é a noite mais longa e desejavelmente mais feliz do ano”.

Os cabazes de Natal que o empresário quer distribuir serão entregues na Guarda, mas também em Figueira de Castelo Rodrigo (concelho da Guarda) e em Mangualde.

Este ano e para além do seu já habitual contributo, Jean Pina tem-se desdobrado em múltiplos contactos e tem já assegurado, até ao momento, cerca de 5 mil euros que se destinam à compra de bens alimentares. Segundo o empresário, este dinheiro tem sido garantido por empresas, instituições e cidadãos particulares do seu vasto leque de contactos. “Uma verdadeira corrente de solidariedade, estou muito satisfeito, a união faz a força”, refere o empresário ao LusoJornal.

Um gestor da região da Guarda, José Rego, que importa produtos da região para os Estados Unidos e Brasil, assegurou já 50 queijos, 50 garrafas de azeite, 50 garrafas de vinho, bacalhau através das empresas que representa, nomeadamente, a Adega Cooperativa de Figueira de Castelo Rodrigo, a Vineves, a Lactovil e a Saner.

Em Paris, destaque para o grupo musical Lusibanda, Filipe Pereira e Manuela Pereira que colaboram de uma forma ativa através da entrega de dezenas de jogos, CD’s, roupa e calçado completamente novos, os Rotários Sartrouville-Houilles-Bezons também se juntaram, uma vez mais, a apoiar a região.

Da Bélgica, de Portugal muitos são os que diariamente tem colaborado com esta “causa solidária”. “Sei que até novembro muitos mais se vão juntar. Neste momento tenho quase assegurado o transporte dos inúmeros bens para Portugal”, refere Jean Pina. “A missão de arrastar comigo outras pessoas, outras entidades está a dar muito trabalho, mas está cumulativamente a ser algo de excecional”, refere ao LusoJornal, com um brilho contagiante no olhar.

Como também apoia instituições de solidariedade em França, e em jeito de antecipação desta quadra natalícia, Jean Pina foi esta semana entregar brinquedos aos utentes da associação “Esat la Roserie”, e espalhar alegria aos utentes desta instituição.

“Natal, época de esperança renovada para os que mais necessitam é o que se pretende, junte-se a esta causa dando um pouquinho de si aos que mais precisam”, refere uma vez mais, Jean Pina.

Sem dúvida um exemplo de partilha. Afinal, assim é o Natal.

 

Fidelidade

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 10 Votos
7.4