Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Serão de Fado com Diane Santos evoca geminação entre Ste Consorce e Fornos de Algodres

LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos LusoJornal / Jorge Campos

O Comité de Geminação entre Ste. Consorce e Fornos de Algodres organizou um serão de fado, no quadro das atividades do “Inter’val Automne 2018” com vários espetáculos durante o mês de setembro e outubro, naquela cidade dos arredores de Lyon.

A sala de festas da vila acolheu o público deste serão de Fado, no sábado, dia 6 de outubro.

Em Ste Consorce (69), o Comité de geminação tem como objetivos difundir a cultura musical portuguesa à sua população, sendo este já o quarto ano onde a cultura musical portuguesa sobe ao palco com vários artistas portugueses residentes em França.

Diane Santos, a fadista vinda da região de Paris, foi a convidada deste ano. “O fado, esta forma de expressão musical bem portuguesa, foi de novo também a nossa escolha, que levou a organizarmos, num ambiente ‘cabaret’, este espetáculo onde reunimos perto de 170 espetadores”, disse Pascal Didelet, Presidente da associação.

“Tivemos mais uma vez um grande sucesso com a nossa organização, e a fadista Diane Santos deixou também uma boa recordação no público presente, com a sua maneira de estar em palco e de viver as emoções do fado. Tivemos muitas boas reações do público com críticas positivas, o que nos encoraja para que para o ano de novo organizemos mais um serão musical à portuguesa” concluiu ao LusoJornal.

“Gostei muito de vir aqui cantar Fado” disse Diane Santos, que estava acompanhada por Filipe de Sousa à guitarra e Casimiro Silva à viola. “Apreciei muito este convite, pela gentileza das pessoas e sobretudo pelo silêncio que se fez na sala durante as minhas interpretações. De novo agradeço o convite e também posso aplaudir o que aqui se faz em prol da cultura portuguesa, aqui é o fado que é património da humanidade”, confiou Diane Santos ao LusoJornal no final do espetáculo.

Das atividades da associação fazem parte intercâmbios da população, visitas de delegações e onde mesmo a cultura culinária portuguesa é posta em foco com a venda de pratos confecionados pelos aderentes e vendidos à população no decorrer do mercado dominical no Square Fornos de Algodres, situado em frente da Mairie de Ste. Consorce.

Duas delegações farão proximamente uma viagem até Fornos de Algodres: uma com os bombeiros, outra da associação, onde cerca de vinte pessoas vão partilhar e assistir às festas de aniversário – o septuagésimo, 1948-2018 – dos Bombeiros Voluntários de Forno de Algodres, nos dias 6 e 7 de dezembro 2018.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
8.8