Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Lille continua a realizar um excelente início de temporada, ocupando o 2° lugar da Liga francesa de futebol, com 25 pontos, a onze do líder, o Paris Saint Germain. Recorde-se que na passada sexta-feira o PSG venceu por 2-1 o Lille no Parc des Princes.

Nesta sexta-feira, dia 9 de novembro, a equipa do Norte da França vai receber o Strasbourg, pelas 20h45, no Estádio Pierre Mauroy, num jogo a contar para a 13ª jornada do Campeonato francês da primeira divisão de futebol, a Ligue 1.

O Lille conta com cinco Portugueses no plantel: Rui Fonte, Rafael Leão, Edgar Ié, Xeka e José Fonte.

O LusoJornal falou com Rui Fonte. O avançado português de 28 anos chegou ao Lille emprestado pelos Ingleses do Fulham.

 

O Lille vai ter de levantar a cabeça após a derrota frente ao PSG para o Campeonato, e frente ao Strasbourg na Taça da Liga?

Foram circunstâncias diferentes. Frente ao Strasbourg houve várias mudanças no onze titular, e frente ao PSG, eles venceram o 12° encontro esta época contra a nossa equipa, mostrando a qualidade que os Parisienses têm. A ambição da nossa equipa será sempre vencer o próximo jogo e é isso que vamos tentar fazer. Temos de ganhar o jogo e ir para a paragem para os jogos das Seleções no segundo lugar no Campeonato francês. Queremos consolidar a nossa imagem e o nosso futebol.

 

Como podemos analisar essa derrota por 2-1 frente ao PSG?

Ficou um sabor amargo, apesar de eles terem tido a posse da bola e a maior parte das vezes terem controlado o jogo com bola. Nós também controlámos porque eles tiveram poucas oportunidades. Houve um pouco de passividade na primeira parte da nossa parte, e depois cansamo-nos a correr atrás da bola. Na segunda parte foi a sorte do Campeão e a qualidade que têm. Nos minutos finais até podíamos ter criado mais uma ou duas ocasiões para chegar ao empate, mas faltou discernimento.

 

Lille-Strasbourg, vai ser um reencontro após a derrota por 2-0 na Taça da Liga?

Acredito que vai ser um grande jogo porque o Strasbourg tem uma maneira de jogar muito difícil de contrariar. No último jogo defenderam muito bem, foram muito agressivos, e nós vamos ter de ter muita paciência para contrariar isso. Temos de ser inteligentes e estarmos preparados para as perdas de bolas porque eles saem muito bem em contra-ataque. Eles têm dois bons jogadores na frente, um que segura bem a bola e um outro mais rápido. Vamos ter de jogar o nosso futebol. Jogamos em casa, por isso a ambição será sempre impor o nosso futebol.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
9.9