Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Guingamp de Pedro Rebocho derrotou por 1-2 o Paris Saint Germain, no Parc des Princes, num jogo a contar para os quartos de final da Taça da Liga francesa de futebol.

O imprevisível, o impensável, aconteceu no Parc des Princes nesta noite de quarta-feira. O poderoso Paris Saint Germain, líder do Campeonato francês e vencedor de cinco Taças da Liga consecutivas, foi eliminado pelo Guingamp, clube que ocupa o último lugar na Ligue 1.

Um jogo de futebol é sempre imprevisível, mas o cenário foi de loucos.

O Paris Saint Germain – com a estrela brasileira Neymar e o Campeão do Mundo francês Kylian Mbappé – dominou a primeira parte, no que diz respeito à posse da bola. No entanto no intervalo registava-se um empate sem golos. De notar que do lado do Guingamp, o lateral português Pedro Rebocho foi titular.

A segunda parte começou mal para os Parisienses com uma grande penalidade assinalada a favor do Guingamp. No entanto Marcus Thuram – filho de Lilian Thuram que foi Campeão do Mundo em 1998 – falhou a grande penalidade, atirando por cima da baliza de Alphonse Areola.

Na resposta os Parisienses abriram o marcador com um tento apontado pelo avançado brasileiro Neymar aos 63 minutos. O PSG vencia por 1-0 e parecia caminhar para mais um triunfo e mais um apuramento.

A reviravolta aconteceu com duas grandes penalidades. Yeni Ngbakoto marcou o golo do empate aos 83 minutos, antes de Marcus Thuram apontar o tento da vitória aos 90+2 minutos.

Após cinco anos sem derrotas na prova e cinco troféus da Taça da Liga conquistados, o Paris Saint Germain voltou a ser derrotado.

O Guingamp de Pedro Rebocho apurou-se para as meias-finais da prova.

As três outras equipas também já são conhecidas: o Monaco dos Portugueses Rony Lopes e Pelé apurou-se ao eliminar o Rennes do lusodescendente Damien da Silva por 8-7 nas grandes penalidades após o empate a uma bola no tempo regulamentar. Aliás o único golo dos Monegascos foi apontado pelo internacional português Rony Lopes que regressou aos terrenos e aos golos após quatro meses fora dos relvados por causa de uma lesão.

O Bordeaux também se apurou ao eliminar o Le Havre, da segunda divisão, por 1-0, enquanto o Strasbourg do lusodescendente Anthony Gonçalves e do luso-caboverdiano Nuno da Costa, venceu por 1-2 na deslocação ao terreno do Lyon do internacional português Anthony Lopes.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
9.8
X