Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse em conferência de imprensa, em Brasília, esperar a rápida conclusão das negociações de um acordo de comércio entre o Mercado Comum do Sul – Mercosul – da América, que conta com a Nação brasileira, e a União Europeia, cujos líderes são o Presidente francês, Emmanuel Macron, e a chanceler alemã, Angela Merkel.

“A negociação com a União Europeia exigiu muito esforço. E avançou, senhor Presidente Bolsonaro, como nunca antes. Com a sua chegada, temos a oportunidade de renovar o compromisso político do Mercosul e dar os passos para um acordo”, concluiu o Presidente argentino, Mauricio Macri, que estava em visita oficial no Brasil.

Líderes europeus como a chanceler alemã, Angela Merkel, ou o Presidente francês, Emmanuel Macron, manifestaram dúvidas nos avanços do acordo entre os dois blocos, a União Europeia onde está incluído Portugal, e o Mercosul, devido às posições de Jair Bolsonaro a indicarem que preferia apostar nas relações bilaterais em detrimento do multilateralismo.

Jair Bolsonaro, que tomou posse a 1 de janeiro, também destacou que o Mercosul precisa valorizar a sua “tradição original”, baseada na abertura comercial, na redução de barreiras e na eliminação da burocracia.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
6.5
X