Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

Dando continuidade ao seu objetivo primordial – “estar presente na ajuda a quem mais precisa – a Fundação Nova Era João Pina, tem, nos dois últimos fins de semana de janeiro, distribuído bens alimentares perecíveis e não perecíveis a famílias lusodescendentes que neste momento vivem dias dramáticos, acentuados com as dificuldades que genericamente a Covid-19 veio acrescer à vida de todos, em especial à dos mais vulneráveis.

A Fundação Nova Era, por intermédio da sua “embaixadora” Patrícia Guerreiro, na região do Rhône, continua a não se poupar a esforços para ajudar as famílias mais carenciadas desta região, através da entrega de bens alimentares, assim como, produtos de higiene pessoal e limpeza. Os “carrinhos de compras” foram entregues em dias diferentes a duas famílias previamente identificadas.

Como refere o fundador João Pina “o ano de 2021 iniciou há cerca de um mês e tem acentuado em muito as necessidades de muitas famílias, nomeadamente nesta região francesa”, diz ao LusoJornal. “De Portugal recebo diariamente pedidos de ajuda. Gostaria de os apoiar todos, mas infelizmente é impossível para esta Fundação chegar a todos os lados. O apelo que deixo é que, apesar das dificuldades, do confinamento que nos é imposto, que juntos consigamos sair mais rápido desta crise, que sejamos solidários uns para com os outros, um simples litro de leite pode fazer a diferença numa família”.

A “embaixadora” Patrícia Guerreira referiu que estas famílias não encontram outra palavra senão “gratidão” para agradecer o que receberam da Fundação Nova Era e na pessoa do seu Presidente, João Pina, “agradecem a todos os que fazem parte desta já grande família”. Manifestam igualmente “a esperança que a sua situação financeira melhore, assim como a pandemia e que possam deixar de precisar de ajuda alimentar”, acompanhada com alguma vergonha nos rostos.

“A hora é de continuar a fazer da solidariedade em movimento uma constante nestes como noutros rostos, que a pandemia veio deixar mais sombrios”, refere ainda o Presidente da Fundação, acrescentando que está a ser iniciado o apoio no Departamento da Seine-Maritime, mais propriamente em Oissel, com a distribuição de bens alimentares e higiene, incluindo a um jovem com deficiência.

 

Associações
X