Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O treinador francês do Lyon, Rudi Garcia, considerou que a equipa não merecia perder no Estádio da Luz e que está muito motivada para ganhar ao Benfica na quarta jornada do Grupo G da Liga dos Campeões de futebol.

“Merecemos mais no jogo de Lisboa. Fizemos uma boa segunda parte, tivemos oportunidades de passar para a frente do marcador, não aconteceu, mas agora temos a vantagem de jogar em casa. Estamos muito motivados e vamos fazer tudo para ganhar e para nos qualificarmos”, disse Rudi Garcia, na conferência de imprensa de antevisão do encontro.

Questionado se o jogo com os ‘encarnados’ assume um caráter decisivo, Rudi Garcia considera que sim.

“Esta fase de grupos da Liga dos Campeões é como um minicampeonato, são apenas seis jogos. Era importante termos trazido os três pontos de Lisboa, mas nem um trouxemos. Agora, resta-nos recuperar em casa e ganhar, que é fundamental para garantirmos a qualificação, pois a seguir só ficarão a faltar dois jogos”, explicou.

Rudi Garcia não quis responder à pergunta se espera um Benfica cauteloso e defensivo, preferindo remeter a questão para Bruno Laje e falar do que depende do Lyon, que é “estar preparado para qualquer tipo de cenário ou situação e ser capaz de impor o que quer fazer para garantir os três pontos”.

À questão sobre o estado de espírito de Anthony Lopes, cujo erro no jogo da Luz – má reposição da bola com a mão em jogo – deu ao Benfica a vitória, garantiu que o guarda-redes internacional português está bem.

“É um guarda-redes experiente, e que sabe que contamos com ele. Os colegas confiam nele e sabem que já nos deu muitos pontos a ganhar. Todos cometemos erros, mas os dos guarda-redes notam-se mais do que, por exemplo, os dos avançados, quando falham um golo fácil. Ele está bem e apto para o jogo”, frisou.

O Benfica defronta o Lyon na terça-feira, a partir das 21h00 locais, em jogo da quarta jornada do Grupo G da Liga dos Campeões, que é liderado pelos Alemães do Leipzig, com seis pontos, seguido dos Russos do Zenit e dos Franceses do Lyon, ambos com quatro, e do Benfica, com três.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.7
X