Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Cultura

 

 

O espetáculo “Ivone, Princesa de Borgonha”, de Witold Gombrowicz, encenado por Luís Moreira, vai estar em cena entre 12 e 15 de maio no Liceu Camões, em Lisboa, uma iniciativa do Grupo D’Artes e Comédias do Banco de Portugal.

Este espetáculo, promovido pela ATMA- Associação de Teatro, Música e Artes, foi representado pela primeira vez em 1938, e conta a história de uma mulher que foi vítima das intrigas duma corte manifestamente disfuncional, segundo um comunicado dos organizadores. “Ivone, Princesa de Borgonha, não é uma princesa: é feia, apática e taciturna. Aprisionada numa extravagante gaiola dourada, Ivone torna-se rapidamente objeto de interesse do curioso Príncipe Filipe, que vê nela a protagonista do seu plano maquiavélico”.

Este ensaio de Gombrowicz não procurou uma heroína exemplar, administradora da justiça social, ou leal servidora do seu próprio silêncio, antes interessou-lhe a história de uma corte absurda, ignorante à diferença, que é confrontada por uma estranha mulher que, contra tudo e todos, se recusa a ceder aos costumes da sua época.

“É um texto sórdido, de humor negro, de uma inacreditável crueldade, mas, ao mesmo tempo, irresistivelmente sedutor, revelador de um autor capaz de olhar para a escuridão da alma humana e, com ela, fazer um grande espetáculo”, lê-se na nota, que sublinha ser “um ensaio oportuníssimo sobre a ferocidade do silêncio num sistema demasiado confiante na estabilidade da sua eloquência”.

Apesar de a companhia de teatro ser amadora, o encenador deste espetáculo, Luís Moreira, é profissional, e é o fundador do teatro Filho do Meio.

O Grupo D’Artes e Comédias é composto por trabalhadores do Banco de Portugal, reformados ou seus familiares e foi fundado em 1994, de acordo com uma reportagem do jornal Eco.

Todos os anos esta companhia prepara uma peça de teatro para apresentar ao público na primavera e, apesar de ser amadora, afirma trabalhar com a dedicação de grupo profissional.

Certo é que ao longo destes quase 30 anos de existência, o grupo já arrecadou alguns prémios em concursos de teatro amador.

O espetáculo estará em cena no Auditório do Liceu Camões nos dias 12, 13 e 14 às 21h00 e no dia 15 às 16h30, e os bilhetes têm um custo de oito euros.

 

Donativos LusoJornal
X