Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Um pouco de história:

Os Pastéis de bacalhau, também chamados de Bolinhos de bacalhau no norte do país, são típicos da gastronomia portuguesa, inserindo-se na vasta tradição e no imenso leque de receitas com bacalhau confecionadas no nosso país.

Os Pastéis de bacalhau aparecem referenciados pela primeira vez num livro de receitas de 1904, da autoria de um oficial do exército português Carlos Oliveira de Melo, onde, apesar de citados os ingredientes e modo de confeção, não apareciam referidas as quantidades ou proporções dos mesmos.

…“Toma-se o bacalhau cozido, limpa-se de peles e espinhas, mistura-se com batatas cozidas e bastante salsa cortada em pedaços, e passa-se tudo pela máquina de picar. O polme resultante liga-se com leite e gemas de ovos e tempera-se com um pouco de sal fino e pimenta em pó. Bate-se a massa, à qual juntam-se as claras de ovos, previamente batidas em castelo, liga-se tudo rapidamente, tira-se a massa às colheradas, que tendem, fazendo-se passar de uma para outra (as colheres molham-se no azeite fervente em que os bolos hão-de ser fritos) e, em seguida e sucessivamente, põe a frigir. O azeite deve ser abundante, para que os bolos mergulhem nele sem tocar o fundo. Tiram-se do azeite com uma colher crivada e põem-se a escorrer”…

Contudo, é este o registo que dá origem, depois, às diversas variedades de Pastéis de bacalhau que existem, tanto nacional como internacionalmente, mas que têm em comum o facto de serem todas deliciosas.

Quer tenham farinha ou batata, com cebola ou sem cebola, esta receita é usada no nosso país como prato principal.

 

Ingredientes:

– 500 g de bacalhau

– 500 g de batatas

– 4 ovos

– 0,5 dl de azeite extra virgem

– 1 dente de alho

– 1 cebola pequena picada finamente

– 1 c.s. de salsa fresca picada finamente

– Sal marinho

– Pimenta q.b.

– Azeite

 

Preparação:

Demolha-se o bacalhau. Descasca-se, corta-se, lava-se e coze-se as batatas junto com o bacalhau. Em seguida, escorre-se bem.

Limpa-se o bacalhau de peles e de espinhas desfaz-se muito bem.

Escorre-se as batatas e desfaz-se em puré. Junta-se o bacalhau, junte com as gemas, a salsa, a cebola e o alho refogados em azeite mas sem alourar (apenas para murchar). Amassa-se bem e tempera-se de sal e pimenta. Junta-se uma pitada de sal às claras e bate-se em castelo firme. Mistura-se à mistura do bacalhau, cuidadosamente, sem bater.

Com duas colheres, faz-se a forma dos pastéis, fritando-os numa mistura de azeite e óleo, até alourar.

Servem-se quentes.

 

Atenção: Para além de ser um prato principal é também o excelente aperitivo e até pode servir de merenda… aliás acho que se pode comer em qualquer altura.

Nota: Acompanhe com Arroz de Tomate e Salada de Alface.

Vinho: Há sempre a dúvida na escolha para acompanhar o bacalhau: será branco ou tinto? Eu fico perdido… o melhor é escolher o vinho que lhe apetece beber no momento da degustação.

 

LusoJornal Artigos

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
7.8
X