Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Comunidade

 

O Centro de Atendimento Consular (CAC) para França será lançado no primeiro trimestre do próximo ano, “de forma faseada” diz uma nota do Gabinete da Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas que visitou o Centro esta segunda-feira.

Quando estiver disponível, este Centro de atendimento telefónico poderá vir a beneficiar os cerca de 600 mil cidadãos portugueses com morada do Cartão de Cidadão em França e abrangerá os seis postos consulares que constituem a rede consular portuguesa neste país: Consulado-Geral em Bordeaux, Consulado-Geral em Strasbourg, Consulado-Geral em Lyon, Consulado-Geral em Marseille, Consulado-Geral em Paris e Consulado em Toulouse, que registam cerca de 1,5 milhões inscrições consulares.

Os utentes que necessitarem de contactar e obter informação junto dos postos consulares em França poderão, através do futuro CAC, recorrer ao atendimento telefónico e do formulário de contacto online.

A Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, e a Secretária de Estado da Inovação e da Modernização Administrativa, Fátima Fonseca, visitaram as futuras instalações do CAC França em Alfândega da Fé, onde já funcionam o CAC Bélgica e o CAC Luxemburgo.

O CAC é uma iniciativa das áreas governativas dos Negócios Estrangeiros e da Modernização do Estado e Administração Pública, no âmbito do programa SIMPLEX+, e tem como objetivo “complementar os canais de relacionamento entre os utilizadores e a rede consular portuguesa, promovendo uma maior acessibilidade e rapidez no atendimento ao utente consular, potenciando a qualidade do atendimento e a disponibilização da informação consular relevante num ponto único, e reduzindo a necessidade de deslocação aos serviços consulares.

Criado em abril de 2018 e inicialmente dirigido à Comunidade portuguesa residente em Espanha, este serviço de atendimento foi alargado, em abril de 2019, aos Portugueses que residem no Reino Unido.

Nos últimos dois anos o serviço do CAC foi alargado a oito novos países: em 2020 passou a incluir Irlanda, Bélgica e Luxemburgo; e em 2021 foi alargado a Itália (incluindo os países da área de jurisdição da Secção Consular da Embaixada de Portugal em Roma: Malta, San Marino e Albânia) e aos Países Baixos.

Os CAC atualmente em funcionamento beneficiam potencialmente mais 420 mil portugueses portadores de cartão de cidadão com morada nos referidos países, e 11 postos consulares, que registam cerca de 750 mil inscrições consulares.

Desde 2018, o CAC recebeu e tratou mais de 1 milhão de contactos telefónicos e por email.

 

Donativos LusoJornal

 

X