Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Religião

 

Os párocos Guillaume Roullier, Philippe Plantenin e Philippe Deterre concelebraram a Eucaristia em honra de Nossa Senhora de Fátima na igreja da Paróquia do Padre Chevrier, em St Fons (69), na região de Lyon, onde acolheu as Comunidades portuguesa, Caboverdiana e francesa.

Foi pelas 15h00 da tarde de domingo passado, dia cinco de junho, que esta celebração teve lugar, reunindo várias dezenas de pessoas que participaram ativamente na Eucaristia e na procissão, percorrendo o recinto da igreja, entoando os cânticos tradicionais a Nossa Senhora.

“Os responsáveis e organizadores desta homenagem, foram várias famílias e entre elas Isabel Dias que esteve sempre presente, não só na preparação dos cânticos com o grupo coral, mas também na preparação do andor” disse ao LusoJornal Graça Pereira, uma das organizadoras. “Durante os anos da pandemia, não podemos organizar esta homenagem, mas este ano, graças a Deus, já foi possível”.

A devoção a Nossa Senhora de Fátima na região de Lyon tem vindo a crescer, pois além das já existentes, temos agora a assinalar, Vaulx-en-Velin, St Fons e Jassen Riottier, que tomam lugar na agenda prevista durante o ano a estas comemorações Marianas.

São por vezes famílias que tomam a seu cargo toda a organização, em sintonia com as paróquias onde residem. É uma maneira de se viver a religião católica em comunidade, venerando a Virgem Maria.

Estas iniciativas são de aplaudir, pois a Comunidade diz estar “abandonada”, porque não existe, desde setembro passado, um Capelão diocesano que se ocupe da Comunidade portuguesa em Lyon.

St. Fons encontra-se a sul de Lyon, onde a Comunidade portuguesa reside desde os anos 60, e participa ativamente na vida social e económica desta aglomeração lionesa com empresas de construção, restaurantes e supermercados, com produtos do “mercado da saudade”.

 

Donativos LusoJornal

 

 

X