Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A conselheira de embaixada Cristina Moniz foi designada no cargo de vice-Presidente do Conselho diretivo do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I. P, por despacho do Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, de 29 de julho de 2020, publicado ontem no Diário da República.

“Foi designada, em regime de comissão de serviço por tempo indeterminado, para exercer o cargo de vice-Presidente do conselho diretivo do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, I. P., a Conselheira de Embaixada Maria Cristina Albuquerque de Vilhena Moniz Moreira, cuja nota curricular, anexa ao referido despacho, evidencia perfil adequado e demonstrativo da aptidão e da experiência profissional necessárias ao exercício do cargo em que é investida” diz o despacho que produz efeitos a partir de 12 de agosto de 2020.

Cristina Moniz é licenciada em Línguas e Literatura Modernas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; aprovada no concurso de admissão aos lugares de adido de embaixada, aberto em 11 de julho de 1994. Exerceu funções na Secretaria de Estado, como Chefe de Divisão na Direção de Serviços das Organizações Económicas Internacionais da Direção-Geral dos Assuntos Técnicos e Económicos, como Diretora de Serviços de Administração Patrimonial do Departamento Geral de Administração, como Diretora de Serviços dos Assuntos Patrimoniais e Expediente do Departamento Geral de Administração, nas Embaixadas de Portugal em Windhoek, Dublin, Pretória, Maputo, na Missão Permanente junto da Organização das Nações Unidas, em Nova Iorque, e na Representação Permanente de Portugal junto da União Europeia, em Bruxelas.

O Conselho Diretivo do Instituto Camões é composto por um Presidente, um vice-Presidente e dois vogais. O Presidente é o Embaixador Luís Faro Ramos e os dois vogais são a Técnica do Ministério dos Negócios Estrangeiros Paula Loureiro e o linguista João Laurentino Costa Pinho Neves.

 

Ensino
X