Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Cultura popular: Grupo folclórico Os Lusitanos de Mâcon

Nome da associação: Association Mâcon Portugais

Data de criação da associação: 13 de março de 1973

Cidade: Mâcon (71)

Nome do Presidente: Belmiro Palavaz

Telefone: 06.08.72.08.57 – 06.13.29.88.27

Mail: belmiro.palavaz@serpollet.com

 

Nome do grupo folclórico: Os Lusitanos de Mâcon

Data de criação: 15 de abril de 1986

Região: Norte oeste

Nome dos ensaiadores: Sylvie Cruz e Gorete Domingues

Telefone: 06.24.47.77.16 e 06.03.32.06.08

Mails: cruz71@hotmail.fr e valgomi@hotmail.fr

 

______________________

Quando foi criado o grupo?

O grupo foi criado em abril de 1986 para fazer conhecer o folclore do norte de Portugal a todas as pessoas que não o conheciam.

 

Qual é a região que o grupo representa?

A região que o grupo representa é o Minho, porque a maioria das pessoas (95%) do grupo eram dessa região quando ele foi fundado.

 

O grupo tem alguma particularidade que se possa destacar?

Não se pose dizer que o grupo tenha alguma particularidade, a não ser que dança e toca músicas de vários concelhos do Minho. Por isso temos vários trajes, com várias cores, representando esses concelhos.

 

É federado na Federação do folclore português?

O grupo não é federado na Federação do folclore português, mas é federado na Confédération Nationale des Groupes Folkloriques Français – Grande Bourgogne, desde 14 de março de 1993.

 

Quantos elementos têm?

Atualmente o grupo tem 53 elementos – 22 na tocata e 31 dançarinos – com idades compreendidas entre os 4 e os 82 anos. A média de idade dos elementos da tocata é de 58 anos e nos dançarinos é de 26 anos.

 

O grupo já gravou algum CD?

Não.

 

E organizam Festivais?

O grupo organiza todos os anos um Festival, no mês de maio, em Mâcon.

 

Que outros eventos organizam?

Organizamos um jantar anual – com 874 pessoas em 2018 e 634 em 2019 – e um torneio de Petanque.

 

Qual a saída que mais marcou o grupo?

Temos tido uma média de 9 saídas por ano. A saída que mais nos marcou foi a Inglaterra, em 1994, e a Angers, em 1991, onde representámos Portugal no Festival mundial de música e folclore.

 

Quais as principais dificuldades que encontram?

A principal dificuldade é financeira. Hoje, as Mairies têm poucos fundos e por esse motivo, cada vez há menos pedidos para fazer atuações. O preço dos autocarros está muito caro.

 

Então não têm apoios da Mairie?

A Mairie ajuda-nos com a cedência de uma sala para fazer o jantar anual, assim o equipamento necessário, nomeadamente as mesas e as cadeiras.

 

E têm tido apoios de Portugal, por exemplo via Consulado?

Não, até hoje não tivemos apoio do Consulado.

 

Qual é o principal sonho do grupo?

Ir representar Portugal no continente Americano. Porque não no Canadá?

 

Na sua opinião, como se porta o folclore português em França?

Acho que o folclore português se porta mais ou menos bem, porque muitos grupos são de qualidade.

 

Associações
X