Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

 

1557: Morre, com 55 anos, D. João III, em Belém. Suceder-lhe-á o neto, D. Sebastião, com a regência assumida pela viúva, D. Catarina.

1704: Nasce, em Coimbra, o compositor português José António Carlos de Seixas, organista da Sé de Coimbra, vice-mestre da Patriarcal de Lisboa.

1833: D. Pedro V aprova a proposta de constituição e os estatutos do Museu Portuense, atual Museu Soares dos Reis, inaugurado em 1840.

1950: O pintor e escultor francês Henri Matisse recebe o prémio da Bienal de Veneza.

1971: É fundado o Partido Socialista francês.

1973 – O chanceler alemão federal Willy Brandt termina a primeira visita a Israel, apelando à amizade entre judeus e alemães.

1979: Morre, aos 72 anos, o ator norte-americano John Wayne, protagonista de “A Desaparecida” e “O Homem Tranquilo”, de John Ford.

1999: O Prémio Camões é atribuído a Sophia de Mello Breyner Andresen.

2005: Morre, aos 83 anos, Vasco Gonçalves, antigo primeiro-ministro (II- V Governos Provisórios, 1974-75), general, antifascista.

2021: Morre, aos 81 anos, António Torrado, escritor, poeta e dramaturgo.

 

Este é o centésimo sexagésimo segundo dia do ano. Faltam 203 dias para o termo de 2022.

Pensamento do dia: “Um pintor não tem outros inimigos sérios senão os seus piores quadros”. Henri Matisse (1869-1950), pintor francês.

 

 

X