Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

1521: O conquistador espanhol Hernando Cortez captura a atual Cidade do México, Tenochtitlán, aos Aztecas.

1624: Luís XIII, Rei de França, nomeia o Cardeal Richelieu Primeiro-Ministro.

1792: Revolução Francesa. Prisão da família real.

1863: Morre, com 65 anos, o pintor francês Eugène Delacroix.

1899: Nasce o cineasta britânico Alfred Hitchcock, realizador de “Janela Indiscreta”, “O Desconhecido do Norte-Expresso”, “Os Pássaros” e “Chantagem”.

1926: Nasce Fidel Castro, em Mayari, Cuba.

1961: Guerra-fria. Começa a construção do Muro de Berlim. Viria a ter cerca de 110 Km de comprimento, em redor de Berlim Ocidental, e perduraria por mais de 28 anos.

1996: Morre, com 86 anos, o marechal António de Spínola, primeiro Presidente, não eleito, após o 25 de Abril de 1974, antigo comandante chefe e governador da Guiné, ex-vice-chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, autor de “Portugal e o Futuro”.

2004: Morre, com 84 anos, António Domingues, pintor, fundador do movimento surrealista português com Mário Cesariny e Cruzeiro Seixas.

2014: Morre, aos 66 anos, Emídio Rangel, jornalista, fundador da TSF e antigo diretor-geral da SIC e RTP.

 

Este é o ducentésimo vigésimo quinto dia do ano. Faltam 140 dias para o termo de 2022.

Pensamento do dia: “O homem não poderá descobrir novos oceanos se não tiver coragem de perder a terra de vista”. André Gide (1869-1951), escritor francês.

 

X