Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

79: A erupção do Vesúvio arrasa as cidades de Pompeia e Herculano.

410: Os Visigodos tomam Roma.

1349: Seis mil judeus são chacinados na cidade de Mainz, acusados da propagação da peste bubónica.

1356: Um tremor de terra atinge Lisboa, destruindo habitações e parte da Sé.

1456: Completa-se a impressão da Bíblia de Gutemberg.

1572: Noite de São Bartolomeu em França. Começa o massacre dos Huguenotes (protestantes).

1666: Morre, aos 57 anos, D. Francisco Manuel de Melo, escritor, figura determinante do barroco português, autor da “Carta de Guia de Casados” e das “Obras Métricas”.

1690: É fundada a cidade de Calcutá.

1820: Eclode a Revolução Liberal, no Porto.

1879: Começa a construção da Avenida da Liberdade, em Lisboa.

1891: Thomas Edison regista a patente da primeira câmara de imagens em movimento.

1911: Manuel Arriaga é eleito primeiro presidente da República Portuguesa.

1931: Morre, com 75 anos Henrique Lopes de Mendonça, autor da letra de “A Portuguesa”.

1949: Entra em vigor o Tratado do Atlântico Norte que cria a NATO.

1958: Disputa-se o primeiro Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1, no circuito da Boavista, no Porto. O piloto britânico Stirling Moss é o vencedor.

1960: É registada a temperatura mais baixa alguma vez verificada no Globo Terrestre: 88 graus negativos em Vostok, Antártica.

1968: A França faz deflagrar a primeira bomba de hidrogénio, no Pacífico.

1971: É inaugurado o aeroporto da Horta, nos Açores.

1991: A Ucrânia proclama a independência em relação à União Soviética.

1995: É lançado o Windows 95.

2002: Morre, aos 114 anos, a mulher mais velha dos EUA, a emigrante portuguesa Adelina Domingues, nascida em Cabo Verde.

 

Este é o ducentésimo trigésimo sexto dia do ano. Faltam 129 dias para o termo de 2022.

Pensamento do dia: “Cada coisa implica o universo”. Jorge Luís Borges (1899-1986), escritor argentino.

X