Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Cultura

 

O júri do Festival Internacional de Cinema de Animação de Annecy atribuiu ontem à noite dois prémios ao filme “Interdito a Cães e Italianos”, do realizador Alain Ughetto, com coprodução portuguesa. O Festival de Cinema de Annecy é considerado o mais importante evento para a divulgação de cinema de animação de todo o mundo e nesta edição recebeu mais de três mil filmes de cerca de 100 países.

A Ocidental Filmes é uma das coprodutoras desta longa-metragem de animação que recebeu o Prémio do júri e o prémio da Fundação Gan, uma instituição francesa privada de apoio ao cinema e a novos criadores, adiantou a organização.

De acordo com a sinopse, “Interdito a Cães e Italianos” segue o périplo de Luigi Ughetto, que deixa Itália para descobrir “La Merica”, uma terra fabulosa onde os dólares crescem nas árvores, contando uma história de família, aventura e emigração, que tem como pano de fundo a Itália dos anos de 1930.

O filme “Le Petit Nicolas – Qu’est-ce qu’on attend pour être heureux ?”, dos realizadores Amandine Fredon e Benjamin Massoubre, venceu o galardão principal do certame – o prémio de cristal.

Donativos LusoJornal
X