Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Funchal Jazz Festival apresenta este ano, de 11 a 13 de julho, seis concertos com os artistas norte-americanos Gregory Porter, Terence Blanchard e Dianne Reeves, o Canadiano Ben Wendel, a Chilena Melissa Aldana e o Português João Barradas, este último colabora com o Francês Simon Moullier.

O festival é promovido pela Câmara Municipal do Funchal e decorre no Parque de Santa Catarina, o maior jardim público no centro da capital madeirense, com dois espetáculos em cada dia: às 21:30 e às 23:00 horas, hora local.

O concerto de abertura, no dia 11 de julho, cabe ao saxofonista canadiano Ben Wendel, ao que se segue a atuação do cantor e compositor norte-americano Gregory Porter.

No dia 12 de julho atuam o acordeonista e compositor português João Barradas e o trompetista norte-americano Terence Blanchard.

João Barradas traz no Funchal Jazz o seu novo projeto – “Portrait” – no qual se faz acompanhar por uma banda que, com um vibrafonista francês – Simon Moullier-, um saxofonista holandês, um contrabaixista italiano e uma baterista espanhola, ilustra bem o “caráter internacional e unificador” do jazz.

O músico português angariou desde 2000 cerca de três dezenas de prémios nacionais e internacionais, entre os quais dois troféus na “Made in New York Jazz Competition”.

O último dia do Funchal Jazz Festival 2019 está reservado à saxofonista chilena Melissa Aldana e à cantora norte-americana Dianne Reeves.

 

LusoJornal Artigos

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
5.7
X