Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Política

 

O Partido LIVRE lançou esta segunda-feira, dia 8 de novembro, as suas primárias para a escolha dos candidatos e candidatas às Eleições Legislativas antecipadas de 2022, que decorrerão até 29 de novembro.

Adicionalmente, nos dias 11 e 12 de dezembro, o LIVRE realizará o seu XI Congresso em Oeiras, no qual apresentará todos os seus candidatos às Eleições Legislativas Antecipadas de 2022 e aprovará o Programa Eleitoral.

“O LIVRE é o único partido na democracia portuguesa que faz primárias abertas para escolher os seus candidatos e candidatas” diz uma nota distribuída pelo núcleo do partido na diáspora. “Todos os que acreditam numa Esquerda que não desiste do Estado Social e de um SNS com condições, uma Esquerda que não desiste do planeta e de encontrar solução para a crise climática, uma Esquerda que não desiste dos Direitos Humanos e do reforço da democracia e uma Esquerda que não desiste de lutar por melhores condições de vida materiais para os trabalhadores e de salários dignos, têm no LIVRE uma plataforma para estas lutas, de participação e de ação”.

O LIVRE é um partido português da Esquerda verde europeia, “com uma visão ecologista, cosmopolita, libertária e universalista que reconhece e antecipa os desafios do século XXI” diz um comunicado do partido. “Rejeitamos as políticas de desvalorização, do empobrecimento e da desigualdade, e não desistimos de lutar por um novo modelo de desenvolvimento para o país, ecológico, assente na valorização da ciência e do conhecimento, que garanta a transição ecológica de que necessitamos desesperadamente. O LIVRE é a Esquerda que o país precisa no século XXI”.

Quem estiver interessado em concorrer às eleições Legislativas, mesmo se não é militante do partido, inscreve-se no site internet do LIVRE e depois, os candidatos são submetidos a uma votação também ela aberta a todos os participantes.

Já para as últimas eleições Legislativas, o Livre organizou estas primárias abertas para escolher os seus candidatos.

O círculo eleitoral da Europa elege dois Deputados para a Assembleia da República e as listas devem integrar também dois candidatos suplentes.

Inscrições AQUI.

 

Donativos LusoJornal

 

 

 

X