Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Liga dos Campeões: FC Porto venceu o Marseille e isola-se no segundo lugar do Grupo C

Lusa / Estela Silva Lusa / Estela Silva Lusa / Estela Silva Lusa / Estela Silva
Donativos LusoJornal

O FC Porto isolou-se ontem à noite no segundo lugar do Grupo C da Liga dos Campeões de futebol, ao vencer em casa o Marseille, por 3-0, em jogo da terceira jornada.

O maliano Moussa Marega (4 min), o português Sérgio Oliveira (28 min), de grande penalidade, e o colombiano Luis Díaz (69 min) marcaram os golos dos ‘dragões’, numa partida em que o francês Dimitri Payet (10 min) falhou uma grande penalidade para os franceses, treinados pelo português André Villas-Boas.

A equipa portuguesa, que esteve irrepreensível a explorar os contra-ataques, e com Corona em grande destaque, construiu o triunfo com os golos de Marega, logo aos 04 minutos.

Os ‘dragões’, que surgiram com três alterações na equipa em relação ao último jogo, frente ao Paços de Ferreira (na derrota por 3-1), com Diogo Leite, Grujic e Evanilson a darem lugar a Sarr, Luis Díaz e Zaidu, não poderiam esperar melhor entrada neste desafio, colocando-se em vantagem logo aos quatro minutos.

Na sequência de um mau alívio da defesa dos franceses, Corona ganhou uma série de ressaltos e ainda conseguiu cruzar para Marega, que solto de marcação só teve de encostar para o 1-0.

O Marseille, que estava obrigado a pontuar para manter esperanças de qualificação, ainda teve, pouco depois, uma soberana oportunidade para resgatar o empate, quando o portista Sarr derrubou Thauvin na área, numa falta para grande penalidade, que Payet, na marcação, foi displicente, rematando muito por cima.

Refeitos do susto, os ‘azuis e brancos’ foram controlando os acontecimentos, e mesmo sem deslumbrar, iam mantendo em sentido os gauleses sempre que aceleravam para o contra-ataque.

A equipa de André Villas-Boas, muito irregular nas suas articulações, voltaria a cometer um erro comprometedor, ainda antes da meia-hora, quando Amavi fez uma falta, na área, sobre Corona, que Sérgio Oliveira, aos 28, não desperdiçou, fixando o 2-0.

Apesar do VAR ainda ter revertido uma outra grande penalidade apontada pelo árbitro espanhol Mateu Lahoz para o Marseille, por alegada mão de Uribe, foi o FC Porto a ter a melhor oportunidade, ainda antes do intervalo, quando Marega intercetou uma má reposição do guarda-redes contrário, mas claudicou no remate.

No regresso do descanso, o Marseille surgiu um pouco mais atrevido, pisando com mais frequência a área do FC Porto, mas sem disfarçar dificuldades no último passe, que permitiam ao conjunto português controlar as investidas e tentar, depois, explorar o contra-ataque.

Numa dessas investidas, já 69 minutos, os ‘dragões’ praticamente sentenciam o jogo, numa arrancada fenomenal de Corona, que depois de deixar dois adversários pelo caminho, ainda teve lucidez para assistir, de calcanhar, Luís Diáz, que assinou o 3-0 num remate cruzado.

Com a desvantagem tão pronunciada, o Marseille não mais se encontrou no jogo, tentando lançar-se, com pouco critério, no ataque, e deixando demasiado espaço para o FC Porto ameaçar, e não fosse o desperdício de Marega e Corona, num par de ocasiões, um resultado com contornos de goleada.

Com este resultado, o FC Porto passou a somar seis pontos, menos três do que o líder Manchester City, que ontem venceu o Olympiacos (3-0). Os gregos, treinados por Pedro Martins, têm três pontos, e o Marseille ainda não pontuou.

 

Ficha de jogo

FC Porto 3-0 Marseille

Ao intervalo: 2-0

Jogo no Estádio do Dragão, no Porto

Árbitro: Mateus Lahoz (Espanha)

Ação disciplinar: Cartão amarelo a Sérgio Oliveira (32 min), Thauvin (36 min), Kamara (58 min), Amavi (64 min), Álvaro González (79 min) e Strootman (86 min).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de Covid-19

Marcadores:

1-0, Marega, 04 min

2-0, Sérgio Oliveira, 28 min (grande penalidade)

3-0, Luis Díaz, 69 min

FC Porto: Marchesín, Wilson Manafá, Mbemba, Sarr, Zaidu, Corona (Fábio Vieira, 85 min), Sérgio Oliveira (Marko Grujic, 88 min), Uribe, Otávio (Taremi, 88 min), Marega (Romário Baró, 88 min) e Luis Díaz (Nakajima, 75 min). Suplentes: Diogo Costa, Nanu, Diogo Leite, Loum, Marko Grujic, Fábio Vieira, Romário Baró, João Mário, Taremi, Toni Martínez, Evanilson e Nakajima. Treinador: Sérgio Conceição

Marseille: Mandanda, Sakai, Álvaro González, Duje Caleta-Car, Amavi, Kamara (Strootman, 82 min), Rogier, Sanson (Cuisance, 65 min), Thauvin (Aké, 82 min), Payet (Luis Henrique, 65 min) e Benedetto (Germain, 77 min). Suplentes: Simon Gapandouetnbu, Yohann Pelé, Leonardo Balerdi, Lucas Perrin, Pape Gueye, Saif-Eddine Khaoui, Strootman, Cuisance, Luis Henrique, Aké e Germain. Treinador: André Villas-Boas

 

Resultados e classificação do Grupo C

Primeira jornada (quarta-feira, 21 de outubro):

Manchester City, Ing – FC Porto, Por, 3-1 (Aguero 21 min gp, Gündogan 65 min, Ferran Torres 73 min / Luiz Díaz 14 min)

Olympiacos, Gre – Marseille, Fra, 1-0 (Hassan 90+1 min)

Segunda jornada (terça-feira, 27 de outubro):

FC Porto, Por – Olympiacos, Gre, 2-0 (Fábio Vieira 11 min, Sérgio Oliveira 85 min)

Marseille, Fra – Manchester City, Ing, 0-3 (Ferrán Torres 18 min, Gündogan 76 min, Sterling 81 min)

Terceira jornada (terça-feira, 03 de novembro)

Manchester City, Ing – Olympiacos, Gre, 3-0 (Ferrán Torres 12 min, Gabriel Jesus 81 min, João Cancelo 90 min)

FC Porto, Por – Marseille, Fra, 3-0 (Marega 04 min, Sérgio Oliveira 28 min gp, Luis Díaz 69 min)

 

Classificação:

Manchester City (9 pts)

FC Porto (6 pts)

—————————-

Olympiacos (3 pts)

—————————-

Marseille (0 pts)

 

Falta disputar:

Quarta jornada (quarta-feira, 25 nov)

Olympiacos, Gre – Manchester City, Ing

Marseille, Fra – FC Porto

Quinta jornada (terça-feira, 01 dez)

FC Porto, Por – Manchester City, Ing

Marseille, Fra – Olympiacos, Gre

Sexta jornada (quarta-feira, 09 dez)

Manchester City, Ing – Marseille, Fra

Olympiacos, Gre – FC Porto, Por

 

Desporto
X