Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O abraço

 

Até podia vos dizer que estou bem,

Mas não estou porque sei que este mundo sofre.

Choro os seus mortos aos milhares,

Mesmo as lágrimas caem-me sem pedir

Num oceano de pesadelos entre nações.

Nesses hospitais que não têm mãos a medir

Até podia vos dizer que estou contente

Mas não estou porque a vida passa num segundo.

Vejo o sofrimento nos corações dessa gente

Como me sinto mal ao ver este mundo.

Por instantes preferia partir

Mas tenho de novo voltar

Para me ver no futuro

Numa saliência junto ao mar.

Até podia vos dizer que chorei

Porque essa pandemia que mata sem avisar

É verdade meus amigos não me enganei.

Mas todos juntos temos de avançar

E derrotar essa pandemia que se intitula rei.

Até podia dizer que sinto os vossos braços

No calor do meu corpo em solidão

Mas a verdade é que falta me esses abraços

Ao redor do meu coração

Até podia dizer que estou bem

mas não estou…

Porque o vosso abraço me faltou…!

 

LusoJornal Artigos
X