Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Asas de Liberdade

 

Nas asas de uma gaivota eu sonhei,

Visitei a minha Cidade de par a par.

As suas asas tocavam-me eu sei!

Mas levou-me de volta para o Mar…

Pousei-me com ela para descansar,

Olhando esse Rio Azul no seu brilho.

Transportou-me no meu Sonhar!

Porque para ele serei sempre um Filho…

Abriu as asas para continuar a viagem,

Num voo raso levando a Liberdade.

Tentei com ela fazer mais uma passagem.

Por cima da Serra e da minha Cidade…!!!

Como é bom sentir o Vento nos tocar,

Com ela voei no meu pensamento.

Senti um desejo de poder ficar!

Asas abertas num lindo movimento…

Levei o perfume da minha Cidade,

Voei com o meu Amor ao amanhecer.

Nesses voos sentia a Felicidade,

Que faziam colorir o meu viver…

É uma Cidade onde escondo as minhas Histórias,

Nessa Cidade onde o meu pensamento ficou.

No lençol desse Rio moram as minhas memórias!

Nas asas a Liberdade que o meu Coração conquistou…

 

 

X