Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Comunidade

 

Morreu esta semana Olímpia Milheiro, antiga professora de Português em França e antiga dirigente, com o marido, Alexandre Milheiro, do Sindicato dos Professores no Estrangeiro (SPE).

Olímpia Milheiro nasceu em Bragança há 69 anos e morava em Silvade, Aveiro, desde 2005.

Enquanto professora de português, Olímpia Milheiro veio para França em 1978, primeiro para Longwy, no nordeste francês e um ano depois instalou-se em Paris, onde, durante cerca de 20 anos, lecionou e, com o marido, dirigiu o SPE. Em Paris aproveitou para continuar os estudos e licenciar-se na Université Sorbonne Nouvelle.

Em 1997 o casal mudou-se para a Suíça, onde continuou a lecionar e onde permaneceu até 2005.

Foi Alexandre Milheiro quem deu a notícia nas redes sociais, anunciando que não haverá funeral porque “a Olímpia doou seu corpo à Faculdade de Medicina da Universidade do Porto”. Anunciou também que não haverá velório, porque “a Olímpia pediu expressamente que o seu corpo não fosse exposto… Quer que as pessoas se lembrem dela viva e aos amigos que lhe quisessem trazer flores propõe colocarem uma flor em suas casas e lembrarem as vivências com ela… Propõe também que pensem em doar parte das despesas que teriam na deslocação à Liga portuguesa Contra ou à Liga dos Amigos do Centro Hospitalar de Gaia/Espinho”.

 

Donativos LusoJornal

 

X