Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Secretária de Estado das Comunidades visitou Idanha-a-Nova

CM Idanha-a-Nova CM Idanha-a-Nova
Comunidade

 

A Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, esteve em Idanha-a-Nova na segunda-feira desta semana, dia 21 de fevereiro.

A governante visitou o Gabinete de Apoio ao Emigrante (GAE), o Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM), a Escola Superior de Gestão de Idanha-a-Nova (ESGIN) e a Escola Profissional da Raia (EPRIN).

Durante esta visita, Berta Nunes teve a oportunidade de conhecer os serviços da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova dirigidos a emigrantes e imigrantes e contactar com alunos da ESGIN e da EPRIN, duas escolas com muitos estudantes internacionais, principalmente dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

A Secretária de Estado foi recebida na sala de sessões da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova. O Presidente da autarquia, Armindo Jacinto, referiu a importância de “Governo e autarquias trabalharem em conjunto para apoiar o acolhimento e integração de cidadãos migrantes e de cidadãos portugueses que regressaram ou pretendem regressar ao nosso país”.

As primeiras visitas foram realizadas à ESGIN e EPRIN de forma a encontrar soluções para otimizar o acolhimento de estudantes oriundos dos PALOP, os quais procuram cada vez mais as escolas de Idanha.

Nestas visitas, Berta Nunes foi acompanhada pelas Diretoras da ESGIN, Sara Brito Filipe, e da EPRIN, Catarina Pereira, além do Presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, e da Vice-Presidente, Idalina Costa.

A governante partilhou o seu apreço pelo trabalho que tem vindo a ser desenvolvido em ambas as escolas.

Seguiu-se a visita ao Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes. O CLAIM é um serviço que tem por função “o acolhimento, informação e apoio aos cidadãos migrantes, promovendo a coesão e solidariedade social, o acesso à cidadania e o reforço das redes sociais de integração e participação pública em contexto de proximidade”.

A visita da Secretária de Estado culminou no Gabinete de Apoio ao Emigrante, situado em Oledo (na antiga Escola Primária). O GAE resulta da colaboração estabelecida entre a Câmara de Idanha-a-Nova e a Direção-Geral dos Assuntos Consulares e Comunidades Portuguesas. “É uma estrutura de apoio à nossa diáspora, aos cidadãos portugueses emigrados, aos que regressam a Portugal e aos que pretendem iniciar um processo migratório” diz uma nota do município.

 

Donativos LusoJornal

 

X