Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Taça de França: Lusitanos de St Alban empataram com Forza Viola

Donativos LusoJornal

 

O ASFP Lusitanos, com sede em Saint-Alban e a jogar com casa em Castelginest, na região de Toulouse, começou no passado dia 23 de setembro a sua época desportiva.

O primeiro encontro da equipa que milita na 3a divisão do campeonato FSGT31, decorreu no complexo do estádio do Toulouse Futebol Club, o maior da região, desta feita para defrontar a equipa Forza Viola, equipa apoiada pelo TFC.

A equipa do Lusitanos não deixou créditos por mãos alheias, e contra uma equipa que joga na primeira divisão da Liga Regional, conseguiu o empate 2-2, já perto do final da partida. Este foi um jogo a contar para a Taça de França, que se joga numa primeira fase em sistema de grupos.

O Lusitanos conta este ano com um plantel que, segundo o seu Presidente, Martinho Carneiro, “superou todas as expectativas, uma vez que temos 40 atletas, equipa A de futebol de 11 e equipa B de futebol de 7, duas equipas técnicas, mais elementos no apoio à equipa e à direção. Embora tenhamos passado momentos difíceis com bastante tempo de interregno, o presente mostra que o trabalho que foi feito para manter a máquina do clube a funcionar e próxima dos atletas e das pessoas, foi uma aposta conseguida”.

A equipa do Lusitanos, tem um Acordo com a Mairie de Castelginest e com o clube de futebol local que lhe permite utilizar todo o complexo desportivo, incluindo as instalações de lazer, o que “tem contribuído para o crescimento do clube”.

“O clube tem agendado para a época 2021/2022, uma série de atividades culturais, associadas ao futebol”, adianta o Presidente.

O Lusitanos cresceu de uma tal forma nos últimos 3 anos que neste momento tem também uma obrigação social de completar a atividade do futebol com outras atividades. “Se pensarmos que cada jogador, elemento da Direção ou da equipa técnica integra na sua família próxima mais 2 ou 3 elementos, estamos hoje a falar em cerca de 200 pessoas, para as quais, a par dos sócios e da comunidade portuguesa, queremos próximas de nós” disse ao LusoJornal. “É isso que será a força do clube no futuro, a par da integração e excelentes relações com as autoridades francesas”.

 

Desporto
X