Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Um mar de gente na Festa de S. João de Clermont-Ferrand

LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreirorptoz LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro LusoJornal / Patrícia Guerreiro

Na cidade de Clermont-Ferrand foi realizada a 33ª Festa de S. João, nos dias 22 e 23 de junho. É também nesta localidade que se concentra a segunda maior Comunidade portuguesa de França, depois de Paris. Mais de 20 mil pessoas estiveram presentes para a comemoração deste Santo Popular.

No sábado 22, os vários grupos folclóricos convidados foram recebidos pela autarquia. E foi na Place Jaude, coração da cidade, que por volta das 17h30 o desfile folclórico começou e seguiu pelas principais ruas de Clermont-Ferrand.

Estavam presentes, os grupos Recordações de Portugal de Antibes, L’Iraliot Cantal, Rosita de Charvieu-Chavagneux e a Banda Dub de Orleat, seguiram até ao “Hôtel de Ville” onde foram recebidos pelo Maire de Clermont-Ferrand, Olivier Bianchi.

Neste desfile seguiam também os Deputados portugueses Carlos Gonçalves e Paulo Pisco, os Conselheiros das Comunidades Manuel Cardia Lima e João Veloso, e a Miss Portugal Régions de France 2019, Joana da Silva, assim como as suas damas de honor, eleitas este ano na cidade de Clermont-Ferrand.

A atuação dos grupos teve lugar na Place du 1er Mai por volta das 20h00, com animação proporcionada pelo grupo de concertinas, pela banda Dub e pelo Grupo folclórico Rosita.

Estiveram presentes o Maire de Clermont-Ferrand, Olivier Bianchi, o Cônsul de Portugal em Lyon, Luís Brito Câmara, os Deputados Carlos Gonçalves e Paulo Pisco, o Cônsul Honorário de Portugal em Clermont, Isidore Fartaria, os Conselheiros das Comunidades, Deputadas francesas, nomeadamente a luso-francesa Christine Pires-Beaune e a representante da Região Auvergne-Rhône-Alpes.

Olivier Bianchi saudou a “riqueza da cidade” pela sua diversidade, disse que Clermont “foi enriquecida pela cultura de todas as Comunidades presentes na cidade”, como a portuguesa, e é devido a estes fatores que a cidade “é mais solidária, mais fraterna e respeita as diferenças”. No final agradeceu ao público presente.

O Cônsul de Portugal em Lyon agradeceu o convite e felicitou o Presidente da Associação, João Veloso, por organizar esta Festa de S. João há mais de 33 anos, bem como pelo excelente trabalho desenvolvido ao longo de quase 40 anos de existência da associação Os Camponeses Minhotos “para ajudar os nossos compatriotas, que tanto honra e dignifica Portugal”. Salientou a natureza exemplar da associação, que conseguiu ao longo de quase 40 anos “manter um espírito caloroso de amizade, de família e de lusitanidade que apenas dignifica o movimento associativo em França”.

No seu discurso, o Deputado Carlos Gonçalves (PSD) agradeceu o público presente, agradeceu Os Camponeses Minhotos pelo “trabalho notável” desempenhado, e afirmou que “esta Festa de S. João representa bem a nossa tradição e a nossa cultura”.

Já o Deputado Paulo Pisco (PS), agradeceu ao Maire de Clermont-Ferrand pelo apoio que tem demonstrado ao longo dos anos à Comunidade portuguesa e particularmente à associação Os Camponeses Minhotos.

Por volta das 22h00 subiu ao palco Richy Halliday – sósia oficial de Johnny Halliday – para os muitos fans de Johnny Halliday. Foi o momento mais aguardado. Nesta altura estavam cerca de 25 mil pessoas no recinto. Foi ao som de “Allumez le feu”, à meia-noite, que a fogueira de São João se acendeu, seguindo-se o fogo-de-artifício. O grupo de baile TOP5, subiu ao palco pouco depois da 1h00 da manha e atuou até altas horas da madrugada.

Os curiosos poderiam visitar os vários stands de patrocinadores e parceiros do evento espalhados pelo recinto e também provar as especialidades portuguesas.

Em conversa com o LusoJornal ainda antes do espetáculo, João Veloso lembrava que “tenho muito boas memórias do S. João em Portugal, especialmente no Porto e em Braga. Lá, cada terra, cada bairro, celebra o S. João. Obviamente sinto um imenso orgulho em organizar aqui” diz emocionado.

Hoje garante que está muito bem integrado na sociedade francesa e sente-se “em casa”. Tem uma excelente equipa de trabalho, na qual diz depositar toda a sua confiança, com cerca de 120 voluntários no recinto. Este festival é aberto a todos, não apenas para a Comunidade portuguesa mas também a toda a população de Clermont-Ferrand e arredores.

No domingo 23, mais de 10 mil pessoas assistiram ao Festival de folclore, que começou, mais uma vez, com um desfile dos grupos desde o centro da cidade, iniciado pela caleche com a Miss eleita e as suas damas de honor, escoltada por dois Cavalos Lusitanos. Seguiam os grupos Os Camponeses Minhotos de Clermont-Ferrand, Recordações de Portugal de Antibes, Gergovia de Montbrison, Les Portugais de Riom, e no final do cortejo os Bombinhos de Malemort. O cortejo desceu da Place Delile, no centro da cidade, até à Place du 1er Mai, onde estava o recinto da Festa.

Depois das atuações dos grupos folclóricos, foi a vez do baile proposto pelo grupo musical TOP5, para animar os convivas.

Os Camponeses Minhotos irão organizar em 2020 as comemorações dos 40 anos de existência da associação com um jantar de gala previsto para dia 6 de julho, e a sua intenção é naturalmente que seja “uma grande festa à boa moda portuguesa”, com amigos, música, exposições e identidade lusa bem presente em Clermont-Ferrand.

O Presidente da associação, João Veloso, agradeceu a presença da equipa do LusoJornal e do programa português Raízes da Radio Pluriel, em Lyon, pela divulgação e promoção dos eventos da Comunidade portuguesa na região Auvergne Rhône Alpes. E ficou desde já o convite feito para 2020.

 

LusoJornal Artigos

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.0
X