Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Camões, I.P., em colaboração com a Universidade Aberta (UAb), disponibilizou uma edição do curso “Formação para a Docência Digital e em Rede”, coordenado por aquela universidade, para os professores do Ensino Português no Estrangeiro (EPE) dos ensinos básico, secundário e superior. O objetivo é de “proporcionar aos docentes da rede EPE oportunidades de formação num domínio que a situação de emergência trouxe para a primeira linha da sua ação e que não deixará, certamente, no futuro de estar mais presente na sua atividade”.

o momento inicial de suspensão das atividades letivas presenciais foi feita uma primeira formação de curta duração, disponibilizada pelo Instituto Camões com mais de 600 inscrições. “O presente curso constitui mais uma iniciativa nesse propósito de apoio aos docentes no desenvolvimento das suas competências de ensino a distância, demonstrando as 247 candidaturas recebidas o interesse que os docentes têm nestas matérias e o empenho que colocam na sua autoformação” diz uma nota do Camões enviada ao LusoJornal.

O curso de Formação para a Docência Digital e em Rede, com a duração de 25 horas, é ministrado na plataforma formativa da Universidade Aberta por formadores dessa instituição, sendo acreditado pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua. O Camões I.P. assegura os custos de participação para os professores da rede EPE.

Ao longo das três semanas previstas de formação, serão abordados os seguintes temas: Educação e Comunicação Online e Modelos Pedagógicos Virtuais (8 horas); Plataformas e Tecnologias Digitais Online (10 horas); e-Atividades de Aprendizagem e Avaliação Digital (7 horas).

 

Ensino
X