Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O ciclista espanhol Gustavo Veloso (W52-FC Porto) venceu o prólogo inaugural da edição especial da Volta a Portugal em bicicleta, em Fafe, vestindo a primeira camisola amarela da prova, à frente de Rafael Reis (Feirense), segundo classificado. Alan Riou, ciclista da equipa Arkéa-Samsic, foi o melhor francês terminando no 16° lugar.

Gustavo Veloso, vencedor da Volta em 2014 e 2015 e terceiro em 2019, foi o mais rápido nos sete quilómetros do prólogo, com um tempo de 9.39 minutos, um segundo a menos do que Rafael Reis, no segundo lugar, e o colega de equipa nos ‘dragões’ Daniel Mestre, terceiro, numa classificação que espelha a geral.

O novo camisola amarela venceu ainda uma etapa pela 11.ª vez na Volta, juntando-a aos triunfos de 2006, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017, num dia em que o colega de equipa João Rodrigues, vencedor em 2019, foi oitavo, a oito segundos, com Jóni Brandão (Efapel), segundo na temporada transata, no sexto, a sete segundos. O ‘veterano’ espanhol veste a primeira amarela da edição especial da prova.

De referir que o melhor francês foi Alan Riou que terminou no 16° lugar a 20 segundos do vencedor da etapa e novo líder. No que diz respeito ao melhor elemento de uma equipa francesa, foi o Belga Christophe Noppe da equipa Arkéa-Samsic.

Duas equipas francesas estão presentes na Volta a Portugal em bicicleta: Arkéa-Samsic e Nippo Delko One Provence.

Nesta segunda-feira, na primeira etapa, a mais longa deste ano, que liga Montalegre a Viana do Castelo, ao alto de Santa Luzia, ao longo de 180 quilómetros.

 

Desporto
X